INFÂNCIAS MIGRANTES, EDUCAÇÃO INFANTIL, TERRITORIALIDADES: OS MOVIMENTOS DE DESTERRITORIALIZAÇÃO E RETERRITORIALIZAÇÃO DAS CRIANÇAS POMERANAS

Autores

  • Rosali Rauta Siller Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Vitória, Espírito Santo, Brasil, rauta13@gmail.com https://orcid.org/0000-0002-5296-8908

DOI:

https://doi.org/10.5216/ia.v46i2.68461

Resumo

Este artigo, sob a forma de ensaio, busca compreender os movimentos de desterritorialização das crianças pomeranas do seu território de origem, a Pomerânia, e de reterritorialização, em seu território de destino, neste caso, Santa Maria de Jetibá-ES. O território é compreendido a partir de Sayad (1998) e de Haesbaert (2014, 2020), em uma perspectiva integradora. O texto destaca a desterritorialização como processo que faz parte dos movimentos migratórios dos quais as crianças pomeranas participaram. Aponta para a importância de o debate sobre educação infantil contemplar as crianças migrantes, em especial as pomeranas, para que possam se reconhecer com suas línguas, fazeres e saberes ancestrais, superando práticas hierarquizadas que têm contribuído para legitimar múltiplas desigualdades desde a Educação Infantil.

PALAVRAS-CHAVE: Crianças Pomeranas. Imigração. Territorialidade.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosali Rauta Siller, Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Vitória, Espírito Santo, Brasil, rauta13@gmail.com

Professora do Departamento de Teoria e Práticas de Ensino-DTEPE do Centro de Educação da Universidade Federal do Espírito Santo-UFES. Professora do Curso de Licenciatura em Educação do Campo. Possui Graduação em Pedagogia- Orientação Educacional pela Universidade Federal do Espírito Santo (1980), Graduação em Pedagogia- Supervisão Escolar pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Colatina (1987),Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Espírito Santo (1999) e Doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas-UNICAMP (2011). Pós-doutora pelo Programa de Pós Graduação em Educação-PPGE/UFES.

Downloads

Publicado

31-08-2021

Como Citar

Siller, R. R. (2021). INFÂNCIAS MIGRANTES, EDUCAÇÃO INFANTIL, TERRITORIALIDADES: OS MOVIMENTOS DE DESTERRITORIALIZAÇÃO E RETERRITORIALIZAÇÃO DAS CRIANÇAS POMERANAS. Revista Inter Ação, 46(2), 577–591. https://doi.org/10.5216/ia.v46i2.68461