A EDUCAÇÃO CATÓLICA DA INFÂNCIA ÍTALO-BRASILEIRA EM COLOMBO-PARANÁ (1915 – 1965)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/ia.v46i2.67591

Resumo

O propósito deste artigo abarca uma discussão sobre a infância da cidade de Colombo/PR, entre 1915 e 1965, perpassando temáticas da educação, imigração italiana e congregações católicas. A partir deste contexto, objetivamos elencar quais as ações educacionais, além dos muros escolares, que os Padres Passionistas, em conjunto com congregações femininas, propuseram à infância. Utilizamos como fontes o Livro Tombo da Igreja Matriz, uma carta de paroquianos colombenses destinada ao Bispo de Curitiba, além de fotografias e jornais, analisados não só pelo prisma das representações desta instituição, mas também em como ela precisou se adaptar ao lugar e produzir. Percebe-se que Igreja e comunidade, amparadas em características étnicas, trabalharam juntas, projetando e ampliando ações para a formação educacional católica da infância. 

PALAVRAS-CHAVE: Educação Católica. Imigração Italiana. História da Infância. Congregações Católicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mara Francieli Motin, Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba, Paraná, Brasil, maramotin@gmail.com

Doutoranda em Educação na Universidade Federal do Paraná. Professora da Escola Politécnica da Pontifícia Universidade Católica do Paraná.

Gizele de Souza, Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba, Paraná, Brasil, gizelesouza@ufpr.br

Professora do Setor de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Paraná, com pós-doutoramento pela Università degli Studi di Firenze/Itália. Coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Infância e Educação Infantil (NEPIE).

Downloads

Publicado

31-08-2021

Como Citar

Motin, M. F., & Souza, G. de. (2021). A EDUCAÇÃO CATÓLICA DA INFÂNCIA ÍTALO-BRASILEIRA EM COLOMBO-PARANÁ (1915 – 1965). Revista Inter Ação, 46(2), 540–555. https://doi.org/10.5216/ia.v46i2.67591