QUANDO O EDUCAR PELA PESQUISA SE TORNA UMA METODOLOGIA ATIVA

Resumo

O objetivo deste artigo foi investigar as estratégias utilizadas por uma docente que fez uso do “Educar pela Pesquisa” como metodologia de ensino. De natureza qualitativa, do tipo estudo de caso, a pesquisa foi realizada num curso de Licenciatura de um Instituto Federal. Como instrumentos, recorreu-se a um questionário de sondagem, à observação e à entrevista. Os resultados mostraram um alinhamento com a literatura proposta, o que ratifica a importância de o educador fundamentar suas práticas em referenciais teóricos específicos ao que se propõe. Destaca-se ainda que as estratégias propiciaram aos estudantes engajamento, autoria, interesse intrínseco na realização das atividades, bem como comprometimento com a própria aprendizagem, características das metodologias ativas, daí se afirmar que “Educar pela Pesquisa” pode ser considerada como tal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paula Patrícia Barbosa Ventura, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE)

Licenciada em Pedagogia, Especialista em Informática Educativa, Mestra e Doutora em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade Federal do Ceará (FACED/ UFC). Professora Efetiva do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), Campus Canindé, na subárea "Currículo e Estudos Aplicados ao Ensino e Aprendizagem". 

Publicado
15-01-2021
Como Citar
Ventura, P. P. B. (2021). QUANDO O EDUCAR PELA PESQUISA SE TORNA UMA METODOLOGIA ATIVA. Revista Inter Ação, 45(3), 985-1001. https://doi.org/10.5216/ia.v45i3.64818