POSSIBILIDADES DE FORMAÇÃO DE UMA IDENTIDADE FEMININA A PARTIR DAS PÁGINAS DO JORNAL DIÁRIO DOS CAMPOS – 1910 A 1930

Resumo

O objetivo deste artigo é discutir a formação de uma identidade feminina por meio da análise das publicações do jornal Diário dos Campos, periódico ponta-grossense centenário, abordando o contexto histórico das décadas de 1910 a 1930. A partir de análise documental, com abordagem qualitativa, procurou-se compreender como as reportagens, artigos e demais matérias do referido jornal dirigiam-se às mulheres, refletindo sobre as possibilidades de formação oportunizadas ao público feminino neste contexto histórico específico. Constata-se que o engajamento e empoderamento femininos evidenciados neste periódico ocorreram apenas para uma parcela pequena das mulheres, ou seja, as que possuíam capital econômico, cultural e social, com a conformação de alguns habitus que favoreceram esses comportamentos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Karina Regalio Campagnoli, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Doutorado em andamento em Educação. Mestrado em Educação pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (2020), na linha de História e Política Educacionais. Especialização em Pedagogia - Gestão e Docência pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (2020). Graduação em Licenciatura em Pedagogia pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (2017).

Publicado
11-01-2021
Como Citar
Campagnoli, K. R. (2021). POSSIBILIDADES DE FORMAÇÃO DE UMA IDENTIDADE FEMININA A PARTIR DAS PÁGINAS DO JORNAL DIÁRIO DOS CAMPOS – 1910 A 1930. Revista Inter Ação, 45(3), 890-905. https://doi.org/10.5216/ia.v45i3.64346