POLÍTICAS DE PRIVATIZAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR BRASILEIRO: UMA ANÁLISE ACERCA DAS ORIENTAÇÕES DO BANCO MUNDIAL.

  • LUCAS DE PAULA RODRIGUES UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ/MESTRANDO
  • VÂNIA DE FÁTIMA MATIAS DE SOUZA Universidade Estadual de Maringá/ Professora adjunta https://orcid.org/0000-0003-4631-1245

Resumo

O texto tem como objetivo analisar as relações de similaridades dos imperativos que tratam da privatização do Ensino Superior público brasileiro e as orientações do Banco Mundial. Considerou-se como elementos basilares, os documentos “Um ajuste justo” (2017) e “Gestão de pessoas e folha de pagamentos no setor público brasileiro” (2019). As categorias sustentadas pelos pressupostos da análise de conteúdo elegidas foram: relação público-privado; parcerias; gestão; reajustes e flexibilização. As impressões trazidas nos dois documentos sustentam-se nos imperativos trazidos no formato de “soluções” para o financiamento do ensino superior brasileiro, pautada na diminuição do financiamento público das universidades cujas propostas são postas no formato de reajustes de financiamento do setor público.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
01-10-2020
Como Citar
LUCAS DE PAULA RODRIGUES, & VÂNIA DE FÁTIMA MATIAS DE SOUZA. (2020). POLÍTICAS DE PRIVATIZAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR BRASILEIRO: UMA ANÁLISE ACERCA DAS ORIENTAÇÕES DO BANCO MUNDIAL. Revista Inter Ação, 45(2), 273-283. https://doi.org/10.5216/ia.v45i2.62662