ARMADILHAS NO LABIRINTO: A CONFORMAÇÃO POLÍTICO-PEDAGÓGICA À AGENDA EDUCACIONAL NEOLIBERAL E SEU IMPACTO NO TRABALHO DOCENTE

Resumo

O artigo apresenta a síntese de uma pesquisa que objetivou compreender e analisar criticamente o processo de empresariamento da educação pública no estado de Goiás. Por meio de pesquisa bibliográfica e análise documental, fundamentadas no referencial teórico-metodológico do materialismo histórico dialético, analisamos os principais programas implementados pela Secretaria Estadual de Educação, Cultura e Esportes que materializaram nas escolas estaduais o “Pacto pela Educação”, um conjunto de reformas proposto por essa secretaria no ano de 2011. Os resultados da pesquisa apontam para a criação de novas formas de controle e conformação do trabalho docente a determinadas concepções políticas e pedagógicas, cuja gênese está na agenda educacional neoliberal, propagadas principalmente pelo Banco Mundial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosivaldo Pereira de Almeida, Universidade Estadual de Goiás (UEG), Cidade de Goiás, Goiás, Brasil

Doutor em Educação pela UFG (Conceito 5 na CAPES), mestre em educação pela UFG, especialista em História Cultural pela Faculdade de História da UFG, especialista em Docência Universitária pela Universo/Campus Goiânia, se licenciou em História.

Sandra Valéria Limonta Rosa, Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil

Licenciada em Pedagogia pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), mestre em Educação pela Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho (UNESP/Marília), doutora em Educação pela Universidade Federal de Goiás (UFG), realizou estágio pós-doutoral em Educação na Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC GO). Professora associada da Universidade Federal de Goiás (UFG) na Faculdade de Educação.

Publicado
15-01-2021
Como Citar
Almeida, R. P. de, & Rosa, S. V. L. (2021). ARMADILHAS NO LABIRINTO: A CONFORMAÇÃO POLÍTICO-PEDAGÓGICA À AGENDA EDUCACIONAL NEOLIBERAL E SEU IMPACTO NO TRABALHO DOCENTE. Revista Inter Ação, 45(3), 1017-1029. https://doi.org/10.5216/ia.v45i3.61788