A ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL E A REDUÇÃO DAS DESIGUALDADES SOCIAIS NO CONTEXTO DE FRAGILIZAÇÃO DAS POLÍTICAS SOCIAIS.

  • Ernny Coêlho Rêgo Instituto Federal de Educação do Ceará - IFCE
  • Marinina Gruska Benevides Universidade Estadual do Ceará - UECE
Palavras-chave: Política Social. Assistência Estudantil. Neoliberalismo. Educação.

Resumo

Este artigo reflete sobre a política de assistência estudantil no contexto de fragilização das políticas sociais. A análise não prescinde da compreensão da fragilização na qual se funda as políticas sociais no contexto neoliberal e os impactos da focalização nas respostas estatais. A metodologia  empregou a pesquisa documental e bibliográfica. Observa-se que a assistência estudantil configura-se potencialmente estratégica para a democratização da permanência do ensino superior, contudo os contigenciamentos operados pela lógica neoliberal às políticas sociais delineiam ações que não coadunam com o compromisso de incluir socialmente pela educação.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ernny Coêlho Rêgo, Instituto Federal de Educação do Ceará - IFCE
É Mestre em Planejamento e Políticas Públicas do Programa de Pós-Graduação em Planejamento e Políticas Públicas da Universidade Estadual do Ceará. É especialista em Serviço Social, Políticas Públicas e Direitos Sociais pela Universidade Estadual do Ceará (2012). Possui graduação em Serviço Social pela Universidade Estadual do Ceará (2010). É Assistente Social do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - IFCE. Atualmente coordena a Coordenação de Assistência Estudantil no IFCE - Campus Jaguaribe. Tem experiências e pesquisas nas áreas de Políticas Públicas, Direitos Humanos  e Educação em Direitos HUmanos.
Marinina Gruska Benevides, Universidade Estadual do Ceará - UECE

 Pós-Doutora em Democracia e Direitos Humanos (IGC/Universidade de Coimbra-Portugal), Pós-doutoranda em Antropologia e Sociologia (PUC-SP), Doutora em Sociologia (UFC), Mestra em Sociologia (UFC), Especialista em Recursos Humanos (USP), Especialista em Psicologia Organizacional e do Trabalho (CRP), Especialista em Abordagem Sistêmica da Família (UNIFOR) e Especialista em Medicina Tradicional Chinesa (UECE), Bacharel em Psicologia (UNIFOR), Bacharel em Direito (UNIFOR). Professora Associada da Universidade Estadual do Ceará, atuando no Doutorado em Políticas Públicas, no Mestrado Profissional em Planejamento e Políticas Públicas e no Curso de Ciências Sociais. Tem experiências e pesquisas nas áreas de Políticas Públicas, Direitos Humanos e Ambiental, Psicologia das Organizações e do Trabalho, Sociologia do Trabalho e das Empesas, Psicologia Social, Sociologia da Família.

Publicado
10-05-2019
Como Citar
Rêgo, E., & Benevides, M. (2019). A ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL E A REDUÇÃO DAS DESIGUALDADES SOCIAIS NO CONTEXTO DE FRAGILIZAÇÃO DAS POLÍTICAS SOCIAIS. Revista Inter Ação, 44(1), 151-163. https://doi.org/10.5216/ia.v44i1.55626