NUESTROS MUERTOS, VUESTRA GUERRA: O DISCURSO E O SILENCIAMENTO DO DIZER NOS ATENTADOS TERRORISTAS DA ESPANHA EM 2004

Autores

  • Fabio Scorsolini-Comin Universidade Federal do Triângulo Mineiro
  • Leda Verdiani Tfouni Universidade de São Paulo (USP).
  • Angelita Zamberlan Nedel Prefeitura Municipal de Içara (SC)

DOI:

https://doi.org/10.5216/ia.v38i1.16079

Palavras-chave:

Análise do discurso, Silenciamento, Interdiscurso, Terrorismo, Espanha.

Resumo

Tendo por base a análise do discurso de matriz francesa (AD), este artigo tem por objetivo investigar os discursos populares acerca dos atentados terroristas ocorridos em Madrid, Espanha, no ano de 2004. A análise do enunciado “Nuestros muertos, vuestra guerra” (Nossos mortos; vossa guerra), escrita em algumas faixas em manifestações da época, revelou que não há um sentido único para a mesma, destacando a necessidade de olharmos para o contexto de enunciação e para a história de produção dos sentidos, que não se remete apenas aos atentados de 2004, mas a outros eventos históricos do país (separatismo e grupos de conflito) e também do contexto mundial, como os atentados da Al Qaeda aos EUA em 2001.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabio Scorsolini-Comin, Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Professor do Departamento de Psicologia do Desenvolvimento, da Educação e do Trabalho. Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM). Psicólogo, Mestre e Doutorando em Psicologia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FFCLRP-USP).

Leda Verdiani Tfouni, Universidade de São Paulo (USP).

Professora Titular da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Líder do grupo AD-Interfaces (CNPq).

Angelita Zamberlan Nedel, Prefeitura Municipal de Içara (SC)

Psicóloga pela Universidade de São Paulo (USP). Psicóloga da Prefeitura Municipal de Içara (SC).

Downloads

Publicado

28-06-2013

Como Citar

Scorsolini-Comin, F., Tfouni, L. V., & Nedel, A. Z. (2013). NUESTROS MUERTOS, VUESTRA GUERRA: O DISCURSO E O SILENCIAMENTO DO DIZER NOS ATENTADOS TERRORISTAS DA ESPANHA EM 2004. Revista Inter Ação, 38(1), 221–236. https://doi.org/10.5216/ia.v38i1.16079