Chamada de Artigos para Dossiês da Revista Inter-Ação/2022

04-10-2021

Call for papers - click here

Llamada para artículo - clic aquí

 

Caros/as autores/as,

Inter-Ação é o periódico quadrimestral da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás e do Programa de Pós-graduação em Educação – FE/UFG. Seu objetivo consiste em publicar, mediante avaliação no sistema duplo-cego de pareceristas ad hoc e de membros do Conselho Científico, trabalhos inéditos resultantes de estudos teóricos e pesquisas sobre a Educação, abrangendo, principalmente, as seguintes temáticas (correlatas às cinco linhas de pesquisa do PPGE): Cultura e processos educacionais; Estado, políticas e história da educação; Formação, profissionalização docente e práticas educativas; Educação, trabalho e movimentos sociais; e Fundamentos dos processos educativos.

Atualmente, esta revista se encontra avaliada pela CAPES como A3 e indexada nas seguintes bases de dados: Edubase, Iresie, BBE-CIBEC/INEP/MEC, IBICT/SEER, DOAJ, Latindex, CLASE, Ulrich’s Periodicals Directory, EZB (Electronic Journals Directory), Educ@.

Para o Volume 47, Nº 1, jan/abr., 2022, a Comissão Editorial informa que as submissões de trabalhos enviadas à Revista estejam relacionadas às temáticas relacionadas na apresentação acima até o dia 31/12/2021.

Para o dossiê V. 47, Nº 2, maio/ago., 2022, a Comissão Editorial elegeu o seguinte tema: Conferência Nacional Popular de Educação e a democratização das políticas educacionais: sujeitos, processos e proposições. Convidamos para nos enviarem até o dia 31/01/2022, trabalhos relacionados ao tema proposto:

Ementa: O referido dossiê tem por proposta situar o cenário atual de retrocessos nas políticas educacionais no país, balizados por políticas neoliberais e neoconservadoras, e, sobretudo, analisar os movimentos de resistência desenvolvidos pelo Fórum Nacional de Educação Popular (FNPE). Nesta ótica, busca analisar, especialmente, o papel dos sujeitos coletivos que compõem o FNE, bem como,  os processos de organização, incluindo sistematização, estrutura, dinâmicas político-pedagógicas  e a construção coletiva de proposições, visando a democratização das políticas educacionais, tendo por eixo a efetiva materialidade da Conferência Nacional de Educação Popular (CONAPE 2022) em suas etapas municipais, estaduais, distrital e nacional.

Coordenadores: Prof. Dr. Luiz Fernandes Dourado (UFG) e Prof. Dr. Romilson Martins Siqueira (PUC-GO).

Para o dossiê V. 47, Nº 3, set/dez., 2022, a Comissão Editorial elegeu o seguinte tema: O direito à Educação do Campo: trajetórias de lutas, resistências e desafios. Convidamos para nos enviarem até o dia 31/01/2022, trabalhos relacionados ao tema proposto:

Ementa: Refletir sobre as experiências de Educação do Campo no Brasil, assim como em outros nos países da América Latina e Caribe. No Brasil essa experiência já alcançou duas décadas de luta, materializando-se em um relevante conjunto de Políticas Públicas, conquistadas a partir do protagonismo dos movimentos camponeses.  Tais políticas incluíram o desenvolvimento da Educação nas áreas de Reforma Agrária (PRONERA); formação inicial  e continuada  de professores (LICENCIATURAS EM EDUCAÇÃO DO CAMPO; SABERES DA TERRA e ESCOLA DA TERRA);  a elaboração de livros didáticos específicos (PNLD CAMPO); a formação da Juventude Rural (RESIDÊNCIA AGRÁRIA e RESIDÊNCIA AGRÁRIA JOVEM), entre outras. Porém, com o golpe e a ascensão da extrema direita ao poder, os fundos públicos destinados à  execução de tais políticas foram quase totalmente extintos, assim como o foram também as   instâncias de deliberação colegiada das mesmas, nas quais havia uma forte participação da sociedade civil. Agravando ainda mais o quadro de execução de tais políticas, sobrevieram os desafios impostos pela Pandemia da COVID 19, que teve grande impacto na garantia do direito à educação do campesinato. A partir deste complexo contexto, o presente Dossiê objetiva produzir um balanço sobre a situação atual das lutas pelo direito à Educação do Campo, através de análises sobre a execução de diferentes políticas públicas que a materializaram, dando ênfase aos desafios que pairam sobre sua continuidade neste momento histórico de graves ameaças à educação pública e a existência dos sujeitos camponeses, que enfrentam um desmedido aumento da violência por parte do agronegócio sobre suas terras; territórios e identidades. 

Coordenadores: Profª. Drª. Mônica Castagna Molina (UNB), Profª. Drª. Maria de Fátima Almeida Martins (UFMG) e Prof. Dr. Salomão Antônio Mufarrej Hage (UFPA).

Convidamos, portanto, V.S.ª a nos enviar artigo de sua autoria relacionado a um dos temas propostos, seguindo as datas de submissão.

Observações importantes:

1)Período de recebimento das submissões: 

 

05/10/2021 a 31/12/2021 – para o volume 47, nº 1;

05/10/2021 a 31/01/2022 – para dossiês – volumes 47, números 2 e 3;

 

2) Submissões online: https://www.revistas.ufg.br/interacao. Clique em SOBRE no menu superior do site e depois em SUBMISSÕES ONLINE. Para completar a submissão, siga os cinco passos;

3) Informe para qual edição a submissão é destinada, inserindo o nome do dossiê, no campo COMENTÁRIOS PARA O EDITOR do formulário de Submissões Online.

4) Confira as Normas para publicação;

5) Não se esqueça de atualizar seu perfil, quanto ao e-mail, telefone, endereço e ORCID Id.

 

Diane Valdez – Editora

Miriam Fábia Alves – Editora Adjunta