DINÂMICA NICTIMERAL E VERTICAL DAS CARACTERÍSTICAS LIMNOLÓGICAS EM AMBIENTE DE CRIAÇÃO DE PEIXES EM TANQUES-REDE

  • Odair Diemer
  • Dacley Hertes Neu
  • Aldi Feiden
  • Evandro Kleber Lorenz
  • Fábio Bittencourt
  • Wilson Rogerio Boscolo
Palavras-chave: Aqüicultura. Cultivo intensivo. Limnologia. Qualidade de água

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo verificar a dinâmica nictimeral e vertical das características limnológicas em ambiente de criação de peixes nativos em tanques-rede no reservatório da Itaipu Binacional. Os parâmetros avaliados foram temperatura da água, oxigênio dissolvido, condutividade elétrica, pH, fósforo total, nitrito e amônia. Verificou-se que ocorreu variação nictimeral para todos os parâmetros, exceto para amônia e fósforo total. Entretanto, as variáveis estão dentro dos limites recomendados para a aquicultura, com exceção do oxigênio dissolvido, que apresentou valores críticos à noite. Para a distribuição vertical, as concentrações dos parâmetros físicos e químicos da água não ultrapassaram o limite estabelecido pela resolução do CONAMA 357/05 para criação de peixes. No entanto, houve variação vertical para nitrito e fósforo.

PALAVRAS-CHAVES: Aquicultura, cultivo intensivo, limnologia, qualidade de água.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
01-04-2010
Como Citar
Diemer, O., Neu, D. H., Feiden, A., Lorenz, E. K., Bittencourt, F., & Boscolo, W. R. (2010). DINÂMICA NICTIMERAL E VERTICAL DAS CARACTERÍSTICAS LIMNOLÓGICAS EM AMBIENTE DE CRIAÇÃO DE PEIXES EM TANQUES-REDE. Ciência Animal Brasileira, 11(1), 24 - 31. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/6754
Seção
Produção Animal