AVALIAÇÃO CLÍNICO-ANDROLÓGICA EM TOUROS NELORE E TESTES DE VIABILIDADE ESPERMÁTICA, INTEGRIDADE DE ACROSSOMA E FRAGMENTAÇÃO DE CROMATINA AO LONGO DE TRÊS ESTAÇÕES REPRODUTIVAS

  • Rogério Orfaly Addad
  • Gustavo Eduardo Freneau UFG
  • Lorenna Cardoso Resende
  • Leonardo Marçal da Silva
Palavras-chave: Reprodução Animal

Resumo

Com os objetivos de verificar a evolução da qualidade dos ejaculados de touros da raça Nelore ao longo três anos, através do exame clínico-andrológico associado de testes de viabilidade espermática, integridade de acrossoma e a fragmentação da cromatina, e estabelecer relações entre estas características e com a prenhez com grupos de diferentes tipos de fêmeas, utilizaram-se 46 touros da raça Nelore com idade entre 30 e 120 meses, para avaliação da qualidade seminal e da aptidão reprodutiva. Os animais foram mantidos em condições extensivas, com alimentação a pasto, recebendo suplementação mineral e servindo um rebanho com 3.782 fêmeas de várias categorias (novilhas, vacas primíparas e pluríparas). Realizaram-se colheitas de dados que abrangiam medidas de circunferência escrotal e avaliação do sêmen colhido por eletroejaculação e avaliaram-se as características físicas (volume, turbilhonamento, motilidade, vigor), morfológicas (defeitos maiores, menores e totais) e de integridade espermática (integridade de membrana plasmática, de acrossoma e de cromatina) no período que antecedeu três estações de monta consecutivas (2003, 2004 e 2005). Submeteram-se os dados à analise de variância, compararam-se as médias pelo teste SNK e calculou-se o coeficiente de correlação de Pearson utilizando o SAS. Os touros apresentaram circunferência escrotal de 33,8 ± 2,8cm, 15,6 ± 8,5% de defeitos espermáticos totais, 40,1 ± 23,1% de gametas com membrana e acrossoma íntegros e 8,8 ± 3,8% de cromatina fragmentada. As relações entre circunferência escrotal, as características físicas, morfológicas e de integridade espermática e o desempenho reprodutivo do rebanho foram baixas e não significativas (P>0,05). As características reprodutivas dos touros permaneceram dentro de padrões aceitáveis ao longo de três anos de avaliação. Nos touros deste experimento, os defeitos espermáticos, a integridade de membrana plasmática, integridade de acrossoma e fragmentação de cromatina nuclear não foram frequentes a ponto de comprometer a qualidade seminal e o desempenho reprodutivo dos animais. Não houve relação entre os defeitos espermáticos com a integridade acrossômica e/ou a fragmentação da cromatina nuclear. Não houve relação entre a prenhez com as características apresentadas pelos touros estudados
PALAVRAS-CHAVES: Acrossoma, cromatina, espermatozoides, Nelore, reprodução, sêmen, touros.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
17-12-2009
Como Citar
Addad, R. O., Freneau, G. E., Resende, L. C., & Silva, L. M. da. (2009). AVALIAÇÃO CLÍNICO-ANDROLÓGICA EM TOUROS NELORE E TESTES DE VIABILIDADE ESPERMÁTICA, INTEGRIDADE DE ACROSSOMA E FRAGMENTAÇÃO DE CROMATINA AO LONGO DE TRÊS ESTAÇÕES REPRODUTIVAS. Ciência Animal Brasileira, 10(4), 1044-1054. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/3395
Seção
Produção Animal