ESTUDO DA PAPILOMATOSE CUTÂNEA EM BOVINOS LEITEIROS: COMPARAÇÃO DE DIFERENTES TRATAMENTOS

  • Ana Paula Iglesias Santin
  • Luiz Augusto Batista Brito

Resumo

Avaliação dos tratamentos empregados no controle da papilomatose cutânea bovina em rebanhos leiteiros, utilizando-se 120 animais, de diferentes propriedades, próximas ao município de Goiânia, Goiás. Os animais foram divididos em seis grupos de 20 bovinos, e cinco grupos deles submetidos a diferentes tratamentos, com um grupo controle, portanto. Utilizaram-se como tratamentos a auto-hemoterapia, o clorobutanol, a diaminazina, o levamisole e a autovacina, e todos os grupos foram tratados com um intervalo de sete dias entre as aplicações, consecutivamente, durante quatro semanas. Procedeu-se à avaliação pela análise de variância, pelo teste Qui-quadrado e de Fisher.Os tratamentos não apresentaram diferença significativa quando usados em papilomas do tipo pedunculado; já oclorobutanol e a diaminazina foram os mais eficazes no tratamento de animais com papilomas do tipo plano. PALAVRAS-CHAVE: Bovino, papilomatose, papilomavírus, tratamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
26-10-2006
Como Citar
Santin, A. P. I., & Brito, L. A. B. (2006). ESTUDO DA PAPILOMATOSE CUTÂNEA EM BOVINOS LEITEIROS: COMPARAÇÃO DE DIFERENTES TRATAMENTOS. Ciência Animal Brasileira, 5(1), 41-47. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/314
Seção
Medicina Veterinária