CARACTERÍSTICAS CLÍNICAS E EPIDEMIOLÓGICOS DAS ENFERMIDADES PODAIS EM VACAS LACTANTES DO MUNICÍPIO DE ORIZONA - GO

  • Luiz Antônio Franco da Silva
  • Leonardo Marçal da Silva
  • Alana Flávia Romani
  • Rogério Elias Rabelo
  • Maria Clorinda Soares Fioravanti
  • Thâmara Mendes de Souza
  • Carla Afonso da Silva

Resumo

As afecções podais dos bovinos apresentam grande variação clínica e resultam em perdas econômicas significativas para os criatórios. Este estudo teve como finalidade classificar e estabelecer a prevalência de doenças de casco em vacas lactantes na bacia leiteira do município de Orizona, GO. Foram observadas 755 vacas de raças leiteiras para a detecção de claudicação. Os animais com claudicação foram contidos em bretes para realização do exame clínico dos cascos, diagnóstico e classificação das enfermidades encontradas, seguindo os critérios adotados por Greenough et al. (1983), Silva (1997) e Ramos (1999). Do total de vacas examinadas, 224 (29,67%) apresentaram pelo menos um tipo de lesão nos cascos e 10 mostraram dois tipos diferentes de lesões. Dentre as 234 lesões observadas, 87,66% foram encontradas nos membros pélvicos e 12,34% nos torácicos. As enfermidades de maior ocorrência foram dermatite digital (24,36%), dermatite verrucosa (14,53%) e pododermatite séptica (13,68%). A inspeção das propriedades mostrou que seis (85,71%) possuíam solos duros, três (42,85%) solos pedregosos e quatro (57,14%) pisos irregulares nos estábulos. Todas as propriedades apresentavam higienização deficiente das instalações e dos piquetes. A realização do exame clínico específico foi decisiva para a classificação das lesões e o estabelecimento do diagnóstico. PALAVRAS-CHAVE: Bovino, casco, prevalência.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
23-10-2006
Como Citar
Silva, L. A. F. da, Silva, L. M. da, Romani, A. F., Rabelo, R. E., Fioravanti, M. C. S., Souza, T. M. de, & Silva, C. A. da. (2006). CARACTERÍSTICAS CLÍNICAS E EPIDEMIOLÓGICOS DAS ENFERMIDADES PODAIS EM VACAS LACTANTES DO MUNICÍPIO DE ORIZONA - GO. Ciência Animal Brasileira, 2(2), 119-126. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/264
Seção
Medicina Veterinária