DETECÇÃO DO COMPLEXO Mycobacterium tuberculosis NO LEITE PELA REAÇÃO EM CADEIA DA POLIMERASE SEGUIDA DE ANÁLISE DE RESTRIÇÃO DO FRAGMENTO AMPLIFICADO (PRA)

  • Eduardo Eustáquio de Souza Figueiredo Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Marlei Gomes da Silva Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Leila de Souza Fonseca Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Joab Trajano Silva Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Vânia Margaret Flosi Paschoalin Universidade Federal do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Tecnologia de alimentos

Resumo

Mycobacterium bovis é membro do complexo Mycobacterium tuberculosis (MTBC), grupo este composto por espécies com grande homologia genética. É o agente etiológico da tuberculose bovina, importante zoonose transmissível ao homem, principalmente através da inalação do bacilo e/ou pelo consumo de leite e derivados não-pasteurizados provenientes de vacas tuberculosas. O objetivo deste estudo foi padronizar a identificação de micobactérias do complexo M. tuberculosis presentes no leite, por metodologia molecular. Fez-se a extração de DNA diretamente do leite contaminado e realizou-se a identificação molecular pela reação em cadeia da polimerase seguida de análise de restrição do fragmento amplificado (PRA). Utilizaram-se inhagens de referência e leite cru artificialmente contaminado com M. bovis IP. Um fragmento de 441pb do gene hsp65 foi amplificado, tratado com BstEII e HaeIII e empregou-se o perfil de restrição enzimática obtido para identificar o complexo M. tuberculosis no leite. Com a PRA foi possível detectar com especificidade e sensibilidade a presença de M. bovis em até 10 UFC/mL de leite. A metodologia padronizada poderá auxiliar os métodos microbiológicos e bioquímicos tradicionalmente usados na identificação do bacilo em alimentos suspeitos de contaminação, como, por exemplo, o leite proveniente de animais suspeitos de infecção por M. bovis.

Palavras-chaves: Análise de perfil de restrição enzimática (PRA), complexo Mycobacterium tuberculosis, leite, Mycobacterium bovis, limite de detecção (PCR).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Eustáquio de Souza Figueiredo, Universidade Federal do Rio de Janeiro
Técnico em Química pelo CEFET-MT (2002). Graduado em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Mato Grosso (2005). Especialista em Tecnologia e Controle de Qualidade de Alimentos pela Universidade Federal de Lavras (2006). Mestre e Doutorando em Ciências (Alimentos) pela Universidade Federal do Rio do Janeiro. Tem experiência na área de Medicina Veterinária Preventiva, com ênfase em Higiene, Inspeção de Produtos de Origem Animal e Zoonoses, atuando principalmente nas seguintes areas: Segurança Alimentar, biologia molecular aplicada à detecção e identificação de patógenos em alimentos.
Marlei Gomes da Silva, Universidade Federal do Rio de Janeiro
possui graduação em Tópicos e Técnicas Avançadas Em Biologia Molecular pelo Fundação Técnico Educacional Souza Marques (1990) , especialização em Microbiologia pelo Instituto Nacional de Desenvolvimento das Ciências da Saúde (1996) , curso-tecnico-profissionalizante pela Sociedade Propagadora das Belas Artes Liceu de Artes e Ofícios (1982) , ensino-fundamental-primeiro-grau pela Escola Júlia Lopes de Almeida (1971) , ensino-fundamental-primeiro-grau pela Escola Reverendo Álvaro Reis (1974) e ensino-medio-segundo-grau pelo Colégio São Sebastão do Rio de Janeiro (1979) . Atualmente é Técnico em Laboratório da Universidade Federal do Rio de Janeiro e bolsista do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Tem experiência na área de Microbiologia , com ênfase em Microbiologia Aplicada.
Leila de Souza Fonseca, Universidade Federal do Rio de Janeiro
possui graduação em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1978), graduação em Farmacia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1970), mestrado em Ciências (Microbiologia) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1976) e doutorado em Ciências (Microbiologia) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1984). Atualmente é professor titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro, - Memórias do Instituto Oswaldo Cruz e - Brazilian Journal of Microbiology . Tem experiência na área de Microbiologia, com ênfase em Microbiologia Aplicada, atuando principalmente nos seguintes temas: tuberculose, M. tuberculosis, aids, micobactérias e resistência.
Joab Trajano Silva, Universidade Federal do Rio de Janeiro
Graduado em Biologia Modalidade Genética pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1986), concluiu o mestrado em Bioquímica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1989) e doutorado em Bioquímica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1996). Atualmente é professor adjunto do Instituto de Química da Universidade Federal do Rio de Janeiro, tendo sido eleito para o cargo de Vice-diretor do Instituto de Química (2004-2008) e Coordenador do Programa de Pós-graduação em Bioquímica - IQ/UFRJ (2007-2009). É orientador credenciado nos programas de Pós-graduação em Bioquímica (IQ/UFRJ) e Ciência de Alimentos (IQ/UFRJ). As principais linhas de pesquisa em que atua são: proteínas de choque térmico de Saccharomyces cerevisiae, proteínas e peptídeos bioativos e detecção de contaminantes na cadeia alimentar por técnicas de biologia molecular.
Vânia Margaret Flosi Paschoalin, Universidade Federal do Rio de Janeiro
Possui Mestrado e Doutorado em Bioquimica, sendo que o Mestrado foi realizado na Universidade de São Paulo (1982) e o doutorado na Universidade Federal do Rio de Janeiro (1989). Fez pos-doutorado em Biologia Molecular no Biotechnology Center, Cranfield University, UK. Atualmente é professor adjunto IV da Universidade Federal do Rio de Janeiro. É assessora da Diretoria Cientifica da FAPERJ (Fundacao Carlos chagas Filho de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro), desde novembro de 2004. Foi coordenadora do Programa de Bioquimica (UFRJ) de 1999-2003, e atualmente e vice-coordenadora do Programa de Ciencia de Alimentos (UFRJ). E revisora do periodico Biotechniques.Tem projetos em colaboracao com a industria, sendo que no momento seu grupo de pesquisa possui projetos de pesquisa financiados pela Petrobras, FAPERJ, CNPq, CAPES. Tem experiência na área de Bioquímica e Tecnologia de alimentos , com ênfase em Bioquímica dos Microorganismos, atuando principalmente nos seguintes temas: clonagem, expressao de genes de interesse, purificacao e caracterizacao de proteinas recombinantes, estudo de populacoes microbianas em efleuntes de refinaria por tecnicas moleculares, identificacao e quantificacao de contaminantes da cadeia alimentar (patogenos e organismos geneticamente modificados) em alimentos industrializados por tecnicas baseadas em PCR
Publicado
21-12-2008
Como Citar
Figueiredo, E. E. de S., Silva, M. G. da, Fonseca, L. de S., Silva, J. T., & Paschoalin, V. M. F. (2008). DETECÇÃO DO COMPLEXO Mycobacterium tuberculosis NO LEITE PELA REAÇÃO EM CADEIA DA POLIMERASE SEGUIDA DE ANÁLISE DE RESTRIÇÃO DO FRAGMENTO AMPLIFICADO (PRA). Ciência Animal Brasileira, 9(4), 1023-1033. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/1381
Seção
Medicina Veterinária