O espaço gótico em A máscara da morte rubra

Autores

  • Luciana Moura Colucci de Camargo ; Ozíris Borges Filho

DOI:

https://doi.org/10.5216/sig.v22i1.12740

Resumo

Neste trabalho, analisamos o conto de Edgar Allan Poe, A máscara da morterubra, focalizando principalmente a espacialidade. Como suporte teórico,partimos da proposta da Topoanálise, elaborada a partir das ideias de Bachelard,Iuri Lotman, Osman Lins entre outros. Também recorremos ao ensaio de Poe,intitulado Filosofia do mobiliário. Em nossa análise, verificamos que o percursoespacial do texto se divide especialmente pela coordenada da interioridade,revelando-se então em exterior vs. interior. Temos o país como um espaçoenglobante e externo e, como espaço englobado e interior, aparece a abadiapara onde o duque foge com sua corte.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

17-12-2010

Como Citar

Ozíris Borges Filho, L. M. C. de C. ;. (2010). O espaço gótico em A máscara da morte rubra. Signótica, 22(1), 177–196. https://doi.org/10.5216/sig.v22i1.12740

Edição

Seção

Artigo