CUSTOS E RENTABILIDADE DO MILHO EM FUNÇÃO DO MANEJO DO SOLO E DA ADUBAÇÃO NITROGENADA

Autores

  • Flávio Hiroshi Kaneko UNESP/FES
  • Orivaldo Arf UNESP/FEIS
  • Douglas de Castilho Gitti UNESP/FEIS
  • Maria Aparecida Anselmo Tarsitano UNESP/FEIS
  • Rosalina Maria Alves Rapassi UNESP/FEIS
  • Rafael Gonçalves Vilela UNESP/FEIS

Palavras-chave:

Zea mays, custo de produção, plantio direto, plantio convencional

Resumo

Práticas agronômicas que ajudem o agricultor a elevar a produtividade e diminuir os custos de produção devem ser estudadas para garantir a sustentabilidade agrícola. Assim, o objetivo deste trabalho foi analisar, economicamente, o efeito do manejo do solo e do nitrogênio, na cultura do milho. Os tratamentos foram constituídos pela combinação de 3 manejos do solo (grade pesada + grade niveladora, escarificador + grade niveladora e plantio direto) e 5 épocas de aplicação de nitrogênio (testemunha sem N; 120 kg ha-1 logo após a semeadura (S); 120 kg ha-1 no estádio V6; 30 kg ha-1 (S) + 90 kg ha-1 em V6; 30 kg ha-1 (S) + 45 kg ha-1 em V4 + 45 kg ha-1 em V8). Foram estimados o custo operacional total (COT), receita bruta (RB), lucro operacional (LO), índice de lucratividade (IL), produtividade de equilíbrio e preço de equilíbrio. Conclui-se que o sistema de plantio direto, após 11 anos de manejo, associado à adubação nitrogenada, promoveu LO e IL positivos, sendo favorável o uso destas práticas, pelos agricultores.

PALAVRAS-CHAVE: Zea mays; custo de produção; plantio direto; plantio convencional.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Flávio Hiroshi Kaneko, UNESP/FES

Departamento de fitotecnia, sócio economia e tecnologia de alimentos.

Orivaldo Arf, UNESP/FEIS

Departamento de fitotecnia, sócio economia e tecnologia de alimentos.

Douglas de Castilho Gitti, UNESP/FEIS

Departamento de fitotecnia, sócio economia e tecnologia de alimentos.

Maria Aparecida Anselmo Tarsitano, UNESP/FEIS

Departamento de fitotecnia, sócio economia e tecnologia de alimentos.

Rosalina Maria Alves Rapassi, UNESP/FEIS

Departamento de fitotecnia, sócio economia e tecnologia de alimentos.

Rafael Gonçalves Vilela, UNESP/FEIS

Departamento de fitotecnia, sócio economia e tecnologia de alimentos.

 

Downloads

Publicado

05-04-2010

Como Citar

KANEKO, F. H.; ARF, O.; GITTI, D. de C.; TARSITANO, M. A. A.; RAPASSI, R. M. A.; VILELA, R. G. CUSTOS E RENTABILIDADE DO MILHO EM FUNÇÃO DO MANEJO DO SOLO E DA ADUBAÇÃO NITROGENADA. Pesquisa Agropecuária Tropical, [S. l.], v. 40, n. 1, p. 102–109, 2010. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/pat/article/view/6888. Acesso em: 27 out. 2021.

Edição

Seção

Desenvolvimento Rural e Agronegócio