SELETIVIDADE DE CYANAZINE E LINURON EM CULTIVARES DE ERVILHA (Pisum sativum L.) NA REGIÃO DOS CERRADOS

Autores

  • Natan Fontoura da Silva UFG
  • Iraídes Fernandes Carneiro UFG
  • Ronaldo Mesquita Vieira UFG
  • Darticléia Machado UFG
  • Jácomo Divino Borges UFG
  • Marcos Antônio Perino Shell Brasil S.A.

Resumo

Foi instalado em Goiânia, Estado de Goiás, no período de maio a agosto de 1989, um ensaio para verificar a seletividade dos herbicidas cyanazine e linuron para as cultivares de ervilha Marina, Mikado e Triofin. Linuron provocou uma fraca fitotoxicidade em todas as cultivares, enquanto que cyanazine a 1.250 g.i.a./ha foi levemente fitotóxico apenas para a cultivar Mikado. O número de vagens por planta e grãos por vagem, peso de 100 grãos secos e a produção de grãos não foram afetados pela ação dos herbicidas. Não houve interação herbicidas versus cultivares. Na maioria dos tratamentos, Marina e Mikado mostraram-se mais produtivas que Triofin.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

03-12-2007

Como Citar

SILVA, N. F. da; CARNEIRO, I. F.; VIEIRA, R. M.; MACHADO, D.; BORGES, J. D.; PERINO, M. A. SELETIVIDADE DE CYANAZINE E LINURON EM CULTIVARES DE ERVILHA (Pisum sativum L.) NA REGIÃO DOS CERRADOS. Pesquisa Agropecuária Tropical, [S. l.], v. 20, n. 1, p. 25–29, 2007. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/pat/article/view/2586. Acesso em: 27 out. 2021.

Edição

Seção

Artigo Científico