SENSIBILIDADE DE Rhizoctonia solani Kuhn, A FUNGICIDAS “IN VITRO” E EM PLÂNTULAS DE ALGODOEIRO (Gossypium hirsutum L.), EM CONDIÇÕES DE CASA DE VEGETAÇÃO

  • Wilson Ferreira de Oliveira UFG
  • Fausto Luiz da Cunha UFG
  • Luiz Carlos Corrêa Júnior CNDA/RHODIA

Resumo

Foram instalados nas dependências do Departamento Fitossanitário da Escola de Agronomia - UFG, ensaio “in vitro”, em BDA2 e a nível de Casa de Vegetação, objetivando testar a eficiência de diferentes dosagens de Iprodione + Thiran (Rovrin) em comparação com PCNB (Brassicol 75 BR), TMTD (Rhodiauran 70) e Captan + Pencycuron (Monceren) para o controle de Rhizoctonia solani Kuhn, na cultura do algodoeiro, através do tratamento de sementes. Os resultados obtidos, nas condições de realização dos ensaios, permitem concluir que os fungicidas Rovrin - 320 g.i.a., Monceren - 210 g.i.a., Rovrin - 240 g.i.a., Rovrin - 200 g.i.a., PCNB - 450 g.i.a./100 litros de água ou 100 kg de sementes mostraram-se eficientes e não diferiram estatisticamente entre si no controle de R. solani, enquanto que o produto TMTD (Rhodiauran 70) na dosagem de 280 g.i.a./100 litros de água ou 100 kg de sementes de algodoeiro não se mostrou eficiente no controle deste agente causal.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
26-11-2007
Como Citar
OLIVEIRA, W. F. DE; CUNHA, F. L. DA; CORRÊA JÚNIOR, L. C. SENSIBILIDADE DE Rhizoctonia solani Kuhn, A FUNGICIDAS “IN VITRO” E EM PLÂNTULAS DE ALGODOEIRO (Gossypium hirsutum L.), EM CONDIÇÕES DE CASA DE VEGETAÇÃO. Pesquisa Agropecuária Tropical (Agricultural Research in the Tropics), v. 17, n. 1, p. 153-159, 26 nov. 2007.
Seção
Artigo Científico