MASTITE BOVINA: SENSIBILIDADE DE AGENTES ETIOLÓGICOS A ANTIBIÓTICOS E QUIMIOTERÁPICOS

Autores

  • Roberval Rodrigues da Costa UFG
  • Francisco Dias Carvalho Filho UFG
  • Maria Auxiliadora Andrade UFG

Resumo

Foram analisadas 590 amostras de leite procedentes de 701 vacas da bacia leiteira de Goiânia, que apresentaram ao teste de Whiteside/CMT resultado suspeito ou positivo. Foi feito o teste de sensibilidade bacteriana “in vitro” a antibióticos e quimioterápicos dos agentes etiológicos isolados das lactoculturas. Os antibióticos e quimioterápicos testados foram: trimetropim-sulfametazole, tetraciclina, streptomicina cloranfenicol, kanamicina, penicilina G, furadantina, neomicina, eritromicina e novobiocina. As drogas que mostraram a maior ação foram: trimetropim-sulfametazole, cloranfenicol e furadantina; por outro lado, maior resistência foi observada para a penicilina G, streptomicina e eritromicina.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

23-11-2007

Como Citar

COSTA, R. R. da; CARVALHO FILHO, F. D.; ANDRADE, M. A. MASTITE BOVINA: SENSIBILIDADE DE AGENTES ETIOLÓGICOS A ANTIBIÓTICOS E QUIMIOTERÁPICOS. Pesquisa Agropecuária Tropical, [S. l.], v. 14, n. 1, p. 79–85, 2007. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/pat/article/view/2461. Acesso em: 29 nov. 2021.

Edição

Seção

Artigo Científico