INIBIÇÃO DE SALMONELLA POR EXTRATO DE ALECRIM (Rosmarinus officinalis): OBTENÇÃO DE EXTRATOS DE ALECRIM EM SOLVENTES ORGÂNICOS

Autores

  • Maria Célia Lopes Torres UFG
  • Alonso Salustiano Pereira UFV
  • Magdala Alencar Teixeiras UFV
  • Paulo César Stringheta UFV

Resumo

Com o objetivo de se obter um extrato de alecrim em solvente orgânico, a ser utilizado na inibição de Salmonella, em alimentos, foram testados quatro tipos de solventes, a saber: metanol, etanol, acetona e hexano. Na obtenção dos extratos foi adotada a técnica recomendada para determinação de lipídeos, conforme as NORMAS ANALÍTICAS DO INSTITUTO ADOLFO LUTZ (1976). A análise dos resultados evidenciou um excelente desempenho do metanol, não sendo contudo recomendada a utilização em produtos alimentares em virtude da sua toxidez. Também o etanol apresentou elevados índices de extração, sem os inconvenientes associados ao uso do metanol, sendo por isto o solvente indicado para a continuidade do estudo proposto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

23-11-2007

Como Citar

TORRES, M. C. L.; PEREIRA, A. S.; TEIXEIRAS, M. A.; STRINGHETA, P. C. INIBIÇÃO DE SALMONELLA POR EXTRATO DE ALECRIM (Rosmarinus officinalis): OBTENÇÃO DE EXTRATOS DE ALECRIM EM SOLVENTES ORGÂNICOS. Pesquisa Agropecuária Tropical, [S. l.], v. 14, n. 1, p. 53–58, 2007. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/pat/article/view/2458. Acesso em: 19 set. 2021.

Edição

Seção

Artigo Científico