CÁLCULO AUTOMÁTICO DO FATOR TOPOGRÁFICO (LS) DA EUPS, NA BACIA DO RIO PARACATU

  • Valtercides Cavalcante da Silva

Resumo

Embora a equação universal de perda de solo (EUPS) seja amplamente utilizada na predição de perda de solo, é difícil obter certos fatores dessa equação em bacias hidrográficas, como é o caso do fator de comprimento de vertente (fator L). Diante disso, este trabalho objetivou determinar de maneira informatizada (automática), o fator topográfico (LS) da EUPS, utilizando para o cálculo do fator L o algoritmo de Desmet & Govers (1996), com o suporte de um Sistema de Informações Geográficas (SIG). Verificou-se a viabilidade do cálculo do fator de comprimento de vertente, na escala de 1:100.000, por meio da metodologia desses autores, que considera o fluxo acumulado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Valtercides Cavalcante da Silva
Universidade Federal de Goiás, Caixa Postal. 131, CEP 74001-970, Goiânia, GO. E-mail: vcsilva@agro.ufg.br
Publicado
16-11-2007
Como Citar
SILVA, V. C. DA. CÁLCULO AUTOMÁTICO DO FATOR TOPOGRÁFICO (LS) DA EUPS, NA BACIA DO RIO PARACATU. Pesquisa Agropecuária Tropical, v. 33, n. 1, p. 29-34, 16 nov. 2007.
Seção
Artigo Científico