EFEITO DE ONDAS ULTRA-SÔNICAS SOBRE A POPULAÇÃO DE Leuconostoc mesenteroides EM CALDO DE CANA-DE-AÇÚCAR

  • Márcio Caliari
  • Manoel Soares Soares Júnior
  • Raúl Jorge Castro Gomes
Palavras-chave: Indústria açucareira, cana-de-açúcar, ultra-som

Resumo

No presente trabalho, irradiou-se caldo de cana-de-açúcar de primeira extração, com ondas ultra-sônicas, com o objetivo de controlar a bactéria Leuconostoc mesenteroides. Foi aplicada a metodologia de superfície de resposta (modelo central composto), para avaliar o efeito dos tratamentos. A variável resposta avaliada foi taxa de mortalidade (TM%) da população de L. mesenteroides. Os resultados mostraram que a maior taxa de mortalidade, 10,55%, foi obtida com a potência de 50 W, por 225 segundos, em caldo de cana com 18° Brix, pH 4,5 e 45°C.

PALAVRAS-CHAVE: Indústria açucareira; cana-de-açúcar; ultra-som.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
08-11-2007
Como Citar
CALIARI, M.; SOARES JÚNIOR, M. S.; GOMES, R. J. C. EFEITO DE ONDAS ULTRA-SÔNICAS SOBRE A POPULAÇÃO DE Leuconostoc mesenteroides EM CALDO DE CANA-DE-AÇÚCAR. Pesquisa Agropecuária Tropical, v. 34, n. 3, p. 139-146, 8 nov. 2007.
Seção
Artigo Científico