CONTROLE DE TOMBAMENTO EM SEMENTEIRAS DE EUCALIPTO MEDIANTE PULVERIZAÇÕES COM FUNGICIDAS

  • Yvo de Carvalho UFG
  • Raimundo Ney de Macedo Lima UFG
  • Raulino Antônio Barbosa UFG

Resumo

O incremento do reflorestamento e florestamento mediante o estímulo fiscal aumentou consideravelmente o plantio do eucalipto no Brasil, criando a necessidade de se produzir mudas em grande quantidades. Freqüentemente a ocorrência de tombamento de mudas, em pré ou pós-emergência, afetam os cronogramas de plantio, acarretando a morte de milhares de plântulas. No presente trabalho procurou-se verificar o efeito de sete fungicidas, aplicados em pulverizaçao a alto volume, no controle do tombamento causado por Cylindroctadium sp. e Fusarium sp. em mudas E. saligna Sm. nas sementeiras. O delineamento experimental usado foi o de blocos casualizados com quatro repetições. As sementes foram desinfectadas com Neantina seco a 0,3% e o leito da sementeira foi tratado com Brometo de metila (40ml/m²) e depois inoculado com Cylindroctadium sp Fusarium sp. em meio de fubá-areia. Observou-se que os tratamentos mais eficientes no controle do tombamento foram Arasan — 75 a 0,3%, Cupravit azul a 0,4% e Miltox a 0,35% enquanto que o Batasan a 0,15% foi o mais fitotóxico. As plântulas apresentaram melhor aspecto vegetativo nas parcelas tratadas com Ferradol a 0,25%. A elevada densidade de semeadura (50g/m²) e a ocorrência de tempo húmido e chuvoso parecem ter concorrido grandemente para a severa incidência do tombamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
22-10-2007
Como Citar
CARVALHO, Y. DE; LIMA, R. N. DE M.; BARBOSA, R. A. CONTROLE DE TOMBAMENTO EM SEMENTEIRAS DE EUCALIPTO MEDIANTE PULVERIZAÇÕES COM FUNGICIDAS. Pesquisa Agropecuária Tropical, v. 3, n. 1, p. 36-45, 22 out. 2007.
Seção
Artigo Científico