O PROGRAMA BRASILEIRO DE BIODIESEL E OS AGRICULTORES FAMILIARES: QUAL É A REALIDADE DA INCLUSÃO SOCIAL NO CERRADO?

  • Marcus Vinicius Alves Finco Universidade Federal do Tocantins
  • Werner Doppler
Palavras-chave: Programa Brasileiro de Biodiesel, agricultores familiares, inclusão social, Cerrado

Resumo

A produção de biocombustíveis tem sido fortemente discutida no Brasil, levando o País a desenvolver políticas e implementar, no ano de 2004, o Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel (PNPB), a fim de aumentar a participação de energias renováveis, bem como fomentar o desenvolvimento rural. Neste contexto, o presente estudo busca avaliar a relação entre a condição de vida dos agricultores e a adoção do cultivo de oleaginosas no Estado do Tocantins, em uma região de transição entre o Cerrado e a Floresta Amazônica. Uma gama de indicadores socioeconômicos foram coletados entre os agricultores que cultivam pinhão manso e mamona. Análise fatorial baseada na condição de vida dos agricultores e um modelo não-linear probit foram utilizados para avaliar a inclusão de famílias rurais pobres na cadeia do biodiesel. Os resultados preliminares mostram uma relação positiva entre o nível de privação da família e a adoção do cultivo de oleaginosas, no caso da produção de Ricinus communis, e uma relação negativa, no caso da produção de Jatropha curcas.

PALAVRAS-CHAVE: Programa Brasileiro de Biodiesel; agricultores familiares; inclusão social; Cerrado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcus Vinicius Alves Finco, Universidade Federal do Tocantins

Doutor em Agricultural Economics (Universitaet Hohenheim, Alemanha) e Docente da Universidade Federal do Tocantins (Brasil)

Publicado
29-11-2010
Como Citar
FINCO, M. V. A.; DOPPLER, W. O PROGRAMA BRASILEIRO DE BIODIESEL E OS AGRICULTORES FAMILIARES: QUAL É A REALIDADE DA INCLUSÃO SOCIAL NO CERRADO?. Pesquisa Agropecuária Tropical, v. 40, n. 4, p. 430-438, 29 nov. 2010.
Seção
Desenvolvimento Rural e Agronegócio