Conhecimentos e Crenças sobre Doenças Sexualmente Transmissíveis e Hiv/Aids entre Adolescentes e Jovens de Escolas Públicas Estaduais da Região Oeste de Goiânia

Autores

  • Rui Flávio de Souza Coelho UFG
  • Thays Garcia Souto
  • Leonardo Ribeiro Soares
  • Luciene Cunha Monteiro Lacerda
  • Maria Eliane Liégio Matão

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpt.v40i1.13914

Palavras-chave:

Síndrome de Imunodeficiência Adquirida, Doenças Sexualmente Transmissíveis, Comportamento Sexual, Adolescência.

Resumo

As doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) são altamente prevalentes no mundo, constituindo um problema de saúde pública. A população mais susceptível às DSTs é constituída por adolescentes e jovens em razão da prática de relações sexuais desprotegidas. Com o objetivo de investigar conhecimentos e crenças sobre doenças sexualmente transmissíveis/HIV/AIDS entre adolescentes e jovens de 15 a 24 anos do sexo masculino e feminino da Rede Pública Estadual de Ensino, matriculados em escolas da região oeste de Goiânia, foi realizado um estudo descritivo, epidemiológico e transversal baseado em questionário autoaplicável e anônimo. A pesquisa foi realizada no segundo semestre de 2009 em seis escolas públicas estaduais de ensino fundamental e médio com 210 escolares. Os dados  evidenciam uma média de conhecimento de 77% em relação à
AIDS e, no que se refere às outras DSTs, a média foi de 42,4% para o sexo masculino e 57,4% para o feminino. Dos escolares, 93,8% afirmaram a proteção conferida pelo uso do preservativo. Com base na análise dos dados, pode-se afirmar que o conhecimento obtido pelos adolescentes e jovens
de ambos os sexos sobre DST/AIDS é insatisfatório e que persistem crenças errôneas que os expõem a riscos para AIDS e outras DSTs.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

14-04-2011

Como Citar

Coelho, R. F. de S., Souto, T. G., Soares, L. R., Lacerda, L. C. M., & Matão, M. E. L. (2011). Conhecimentos e Crenças sobre Doenças Sexualmente Transmissíveis e Hiv/Aids entre Adolescentes e Jovens de Escolas Públicas Estaduais da Região Oeste de Goiânia. Revista De Patologia Tropical / Journal of Tropical Pathology, 40(1), 56–66. https://doi.org/10.5216/rpt.v40i1.13914

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS / ORIGINAL ARTICLES