ENSINO PROFISSIONALIZANTE EM GOIÁS: A EXPERIÊNCIA PIONEIRA DA COLÔNIA BLASIANA

Autores

  • Joel Orlando Bevilaqua Marin

DOI:

https://doi.org/10.5216/ia.v31i1.1495

Resumo

No final do século XIX, o governo da Província de Goiás criou a primeira instituição de ensino profissionalizante, dirigida especialmente para crianças negras, pobres e abandonadas. A Colônia Blasiana foi concebida para formar trabalhadores para agricultura, fundamentando-se nos princípios educativos do trabalho e da disciplina. Reservava-se-lhes, porém, um espaço subalterno na divisão social do trabalho, pois, assim que se emancipavam, só restava aos “colonos” a possibilidade de se engajarem em serviços braçais nas fazendas particulares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

13-08-2007

Como Citar

Bevilaqua Marin, J. O. (2007). ENSINO PROFISSIONALIZANTE EM GOIÁS: A EXPERIÊNCIA PIONEIRA DA COLÔNIA BLASIANA. Revista Inter Ação, 31(1), 111–137. https://doi.org/10.5216/ia.v31i1.1495