Voltar aos Detalhes do Artigo Maquiavel e weber: a lógica do poder e a ética da ação - O “Príncipe-Centauro” e o “homem autêntico” DOI 10.5216/o.v13i1.18441 Baixar Baixar PDF