Conservadorismo e política nos Estados Unidos no filme “Curtindo a vida adoidado” (1986)

Autores

  • Flávio Trovão Universidade Federal de Rondonópolis - UFR, Rondonópolis, Mato Grosso, Brasil, flavio.trovao@ufr.edu.br https://orcid.org/0000-0002-5699-2075
  • Roberto Moll Neto Universidade Federal Fluminense - Campos dos Goytacazes (UFF - Campos dos Goytacazes), Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro, Brasil, roberto.moll@gmail.com https://orcid.org/0000-0001-8763-939X

DOI:

https://doi.org/10.5216/hr.v25i3.66500

Resumo

O presente artigo parte da análise histórica do filme “Curtindo a vida adoidado” (1986), obra do diretor norte-americano John Hughes, que teve muito sucesso em sua época, sendo hoje considerado um filme cult. A análise teve por base a leitura das tramas, narrativas e das imagens do filme a partir de seu contexto histórico, como nos aponta Michèle Lagny (2009). Nessa perspectiva o texto apresenta uma contextualização dos anos 1980 nos Estados Unidos, com a chegada de Ronald Regan ao poder e a implementação de uma série de medidas políticas, econômicas e sociais, pautadas em princípios neoconservadores. Entre as políticas defendidas por esse grupo, destacamos aquelas voltadas para o campo da educação e as questões que atingiam as comunidades negra e latina no país, a partir de suas representações no filme. Ao ler criticamente o filme em sua época e também a partir das representações que nos permite construir, apontamos para algumas imagens que dialogam com o momento atual, no que se refere à ascensão de movimentos neoconservadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Flávio Trovão, Universidade Federal de Rondonópolis - UFR, Rondonópolis, Mato Grosso, Brasil, flavio.trovao@ufr.edu.br

Possui Doutorado (2010) e Pós-Doutorado (2018) em História Social pela Universidade de São Paulo (USP). É Professor Adjunto da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR).

Roberto Moll Neto, Universidade Federal Fluminense - Campos dos Goytacazes (UFF - Campos dos Goytacazes), Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro, Brasil, roberto.moll@gmail.com

Professor de História do Continente Americano II (Contemporânea) do Departamento de História da Universidade Federal Fluminense em Campos dos Goytacazes. Doutor em Relações Internacionais pelo PPGRI San Tiago Dantas (UNESP, UNICAMP e PUC-SP) (2015).

Downloads

Publicado

28-12-2020

Como Citar

Trovão, F., & Moll Neto, R. (2020). Conservadorismo e política nos Estados Unidos no filme “Curtindo a vida adoidado” (1986). História Revista, 25(3), 207–231. https://doi.org/10.5216/hr.v25i3.66500