Educação Profissional e Técnica na França e no Brasil

histórias cruzadas

Autores

  • Olivia Morais de Medeiros Neta Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Natal, Rio Grande do Norte, Brasil, olivianeta@gmail.com
  • Avelino Aldo de Lima Neto Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), Canguaretama, Rio Grande do Norte, Brasil, avelino.lima@ifrn.edu.br https://orcid.org/0000-0003-4810-8742
  • Julie Thomas Université Jean Monnet (UJM), Saint Étienne, França, julie.thomas@univ-st-etienne.fr https://orcid.org/0000-0003-1718-4144

DOI:

https://doi.org/10.5216/hr.v25i2.64183

Resumo

Este texto objetiva comparar, em sentido histórico, as concepções e a organização da Educação Profissional na França e no Brasil a partir do século XIX. Para tal, adotamos a abordagem da história cruzada na acepção de Werner e Zimmermann (2003). Realizamos pesquisa bibliográfica e documental atentando aos marcos de legislação e de política desse campo nos dois países. Na pesquisa bibliográfica dialogamos com os seguintes autores: Bodé (1995), Bodé e Rico Gómes (2014), Brucy (2005), Brucy e Troger (2000), Grignon (1989), Lembré (2016), Léon (1968), Tanguy (2000, 2013), Troger e Pelpel (1993),  para a discussão acerca da França, e os autores Fonseca (1961), Ciavatta (2009), Cunha (2005a; 2005b; 2005c), Manfredi (2002) e Santos (2011) para pensarmos a Educação Profissional no Brasil. Pela comparação, concluiu-se que em ambos os países, revela-se a existência de uma dualidade educativa nos indícios documentais por nós trazidos à tona: de um lado, os defensores da unilateralidade da formação técnica voltada ao atendimento exclusivo das necessidades do mercado de trabalho; do outro, o ideário de formação integral, capaz de preparar um sujeito autônomo para o mundo do trabalho, ciente de seus direitos e seus deveres, construtor de cidadania plena.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Avelino Aldo de Lima Neto, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), Canguaretama, Rio Grande do Norte, Brasil, avelino.lima@ifrn.edu.br

Doutor em Educação pela Université Paul Valéry - Montpellier III e pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, mestre em Filosofia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte e licenciado em Filosofia pelo Instituto Salesiano de Filosofia. Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte e dos Programas de Pós-Graduação em Educação Profissional (PPGEP/IFRN) e em Educação (PPGED/UFRN). Pesquisador do Observatório da Diversidade (IFRN/CNPq). Interessa-se pelos fundamentos filosóficos da educação, sobretudo a partir das obras de Merleau-Ponty e de Michel Foucault. Atualmente, coordena o projeto "Corpo, gênero e sexualidade na Educação Profissional: cenários epistemológicos e subjetivos", financiado pelo edital universal do CNPq, no interior do qual orienta pesquisas de Iniciação Científica e mestrado. No presente momento, suas investigações investem em temas que dialoguem com esse projeto mais amplo e que se circunscrevem empiricamente ao Ensino Médio Integrado, tais como epistemologia da Educação Profissional e das Ciências Humanas; Corpo, gênero e sexualidade nas práticas pedagógicas e na formação de professores da Educação Profissional; bases filosóficas da Educação Profissional; linguagens artísticas como mobilizadores da formação humana integral na Educação Profissional.

Julie Thomas, Université Jean Monnet (UJM), Saint Étienne, França, julie.thomas@univ-st-etienne.fr

 Professora em Université Jean Monnet – Saint Étienne/França, Centre Max Weber – UMR 5283. Investiga sobre corpo e práticas sociais em situações marginais, singularidades escolhidas ou sofridas.

Downloads

Publicado

20-10-2020

Como Citar

Medeiros Neta, O. M. de, Lima Neto, A. A. de ., & Thomas, J. . (2020). Educação Profissional e Técnica na França e no Brasil: histórias cruzadas. História Revista, 25(2), 7–30. https://doi.org/10.5216/hr.v25i2.64183