Chaves de leitura para a análise do discurso político sobre educação e educação profissional

Autores

  • Irlen Antônio Gonçalves Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG), Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, irlen@cefetmg.br

DOI:

https://doi.org/10.5216/hr.v25i2.64181

Resumo

Esse texto discute sobre possíveis chaves de leitura para a análise do discurso político sobre educação e educação profissional na virada do século XIX para o século XX. O discurso político será considerado como prática de linguagem que medeia a relação entre o sujeito e a sua realidade natural e social constituindo-o e à sua história. Dessa forma, tal discurso visava intervir na vida social, com vistas a produzir novos comportamentos, sensibilidades e expectativas. A discussão conceitual dialoga com aportes da História Política, da História dos Conceitos e da História da Linguagem. Do ponto de vista metodológico, propomos uma análise que privilegia os discursos como portadores e constituintes de uma representação de sociedade, de sujeitos, de estratégias, enfim de uma realidade social inspirada nos referencias da análise do discurso político proposta por Patrick Charaudeau. Dentro dessa perspectiva, apresentaremos as seguintes chaves de leitura: formação/profissão, geração e pertencimento familiar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Irlen Antônio Gonçalves, Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG), Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, irlen@cefetmg.br

Doutorado em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (2004). Atualmente é professor do Centro Federal de Educação Tecnólogica de Minas Gerais - CEFET-MG.

Downloads

Publicado

20-10-2020

Como Citar

Gonçalves, I. A. (2020). Chaves de leitura para a análise do discurso político sobre educação e educação profissional . História Revista, 25(2), 203–223. https://doi.org/10.5216/hr.v25i2.64181