O cerco em torno de uma minoria

As legislações antijudaicas na Hispânia romana e visigótica.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/hr.v25i1.61988

Resumo

Este breve estudo é uma reflexão tardia de estudos realizados no início do século XXI. Visa refletir e aprofundar o olhar sobre as relações da cristandade na península ibérica na transição do império romano para o reino visigótico de Toledo. Busca mostrar como o cerco aos judeus, que até o início do século IV eram uma minoria tolerada, se agudiza e no reino visigótico se torna um projeto de conversão forçada e perseguição/repressão de uma pretensa resistência judaica pela monarquia aliada a igreja hispano visigótica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sérgio Feldman, Universidade Federal do Espírito Santo

doutorado em História pela Universidade Federal do Paraná (2004). Fez um estágio Pós doutoral no CSIC em Madrid (Espanha) em 2010. Realizou um estagio Pós doutoral de novembro de 2012 a agosto de 2013, na Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales (EHESS), sob orientação de Adeline Rucquoi. Realizou estágio Pós Doutoral em 2014 na Universidade Hebraica de Jerusalém (Israel) no Instituto Hispânia Judaica. Atualmente é professor associado 3 da Universidade Federal do Espírito Santo.

Downloads

Publicado

17-09-2020

Como Citar

Feldman, S. . (2020). O cerco em torno de uma minoria: As legislações antijudaicas na Hispânia romana e visigótica. História Revista, 25(1), 4–23. https://doi.org/10.5216/hr.v25i1.61988