MECANISMOS DE LEGITIMIDADE E TRADIÇÃO NA HISTORIOGRAFIA LATINA

  • Juliana Bastos Marques Doutora em História Social pela FFLCH/USP

Resumo

O conjunto dos historiadores antigos de língua latina, em especial Tito Lívio, Tácito e Amiano Marcelino, cujos textos chegaram melhor preservados até nós, apresenta determinadas características que os diferenciam da historiografia grega, formando assim uma tradição escrita peculiar. Este artigo pretende discutir alguns aspectos teóricos relacionados à definição do gênero narrativo da historiografia latina, em especial quanto aos recursos retóricos utilizados pelos autores latinos para se inserir e se legitimar dentro da tradição.

 

PALAVRAS-CHAVE: Historiografia latina, tradição, legitimidade, Tito Lívio, Tácito, Amiano Marcelino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Bastos Marques, Doutora em História Social pela FFLCH/USP

 

Publicado
16-01-2009
Como Citar
Marques, J. (2009). MECANISMOS DE LEGITIMIDADE E TRADIÇÃO NA HISTORIOGRAFIA LATINA. História Revista, 13(1). https://doi.org/10.5216/hr.v13i1.5420
Seção
Artigos