FORMAS DE CONCEBER A TERRA NO OESTE DO BRASIL - doi: 10.5216/hr.v19i1.30525

Autores

  • Nataniél Dal Moro Universidade Nova de Lisboa (UNL)

DOI:

https://doi.org/10.5216/hr.v19i1.30525

Palavras-chave:

Território, Colonização, Agricultura

Resumo

Discute-se como ocorreu a transformação econômica do oeste brasileiro, que era concebido na década de 1920 como “cerrado estéril” e passou a ser pensado, décadas depois, como a “última fronteira agricultável do mundo”, enfatizando-se as mudanças alavancadas na segunda metade do século XX pela monocultura da soja nestas plagas, mais especificamente na região sul do então Estado de Mato Grosso Uno.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nataniél Dal Moro, Universidade Nova de Lisboa (UNL)

Doutor em História pelo Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e Pós-Doutorando pela Universidade Nova de Lisboa (UNL).

 

Downloads

Publicado

2014-06-16

Como Citar

DAL MORO, N. FORMAS DE CONCEBER A TERRA NO OESTE DO BRASIL - doi: 10.5216/hr.v19i1.30525. História Revista, Goiânia, v. 19, n. 1, p. 237–264, 2014. DOI: 10.5216/hr.v19i1.30525. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/historia/article/view/30525. Acesso em: 1 jul. 2022.