A humanização no cuidado à parturição

Autores

  • Nilza Alves Marques de Almeida Faculdade de Enfermagem
  • Cleusa Alves Martins Faculdade de Enfermagem
  • Karen Leverger Vasconcelos Faculdade de Enfermagem
  • Cristhiene Helena Alvarenga Rios Faculdade de Enfermagem
  • Eliane Alves Lucas Faculdade de Enfermagem
  • Eliene Aparecida Machado Faculdade de Enfermagem
  • Antoniella Vieira de Medeiros Faculdade de Enfermagem

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v7i3.892

Resumo

RESUMO: Este artigo trata-se de revisão bibliográfica que tece considerações reflexivas segundo a ótica de diversos autores acerca da assistência humanizada ao parto e nascimento. Discute, também, a visão dos autores sobre a abordagem biomédica ainda desenvolvida em várias instituições hospitalares brasileiras que prestam assistência às mulheres em período gravídico-puerperal; onde permeiam condutas e atitudes consideradas intervencionistas que constituem um processo incompatível com as normas das políticas de saúde da mulher. Nesta perspectiva, a humanização da assistência ao parto e nascimento foi considerada como essencial no processo de cuidar da parturiente. Desse modo, concebemos que o cuidado na parturição é importante, devendo ser internalizado e vivenciado por profissionais de saúde da área. PALAVRAS CHAVE: Cuidados de Enfermagem; Humanização do Parto; Enfermagem Obstétrica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

28-12-2006

Como Citar

Almeida, N. A. M. de, Martins, C. A., Vasconcelos, K. L., Rios, C. H. A., Lucas, E. A., Machado, E. A., & Medeiros, A. V. de. (2006). A humanização no cuidado à parturição. Revista Eletrônica De Enfermagem, 7(3). https://doi.org/10.5216/ree.v7i3.892

Edição

Seção

Artigo de Revisão