Adolescentes atendidos num serviço público de urgência e emergência: perfil de morbidade e mortalidade

Autores

  • Islaine Fernandes Dubuc
  • Rosângela Aparecidda Pimenta Ferrari Universidade Estadual de Londrina

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v8i2.7040

Palavras-chave:

Adolescente, Medicina de Emergência, Morbidade, Mortalidade.

Resumo

Trata-se de uma investigação descritiva transversal para caracterizar as causas de morbidade e mortalidade entre adolescentes atendidos no serviço de urgência e emergência de um hospital público. A coleta de dados foi realizada através das fichas de atendimento, nos meses de janeiro, fevereiro e março de 2003, totalizando 2722. A população constituiu-se por adolescentes de 10 a 19 anos de idade, residentes no município. As causas de morbi-mortalidade foram classificadas de acordo com a Classificação Internacional de Doenças (CID-10). Mais da metade dos atendimentos é para a população feminina (54,1%). As causas de morbidade predominantes foram as doenças infecciosas e parasitárias no sexo feminino (26,5%) e lesões e envenenamento e algumas outras conseqüências de causas externas no sexo masculino (30,5%). O mês de maior atendimento foi março (38,4%). O período da noite foi de maior prevalência (37,6%). A clínica médica atendeu 63,9% dos adolescentes. Receberam alta, 84,6% dos casos e não foram detectados óbitos. Os resultados contribuem para o direcionamento de políticas públicas e efetivação de medidas preventivas, de controle e redução das principais causas de morbidade, que levam a população adolescente a procurar o serviço de pronto socorro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

28-08-2009

Como Citar

1.
Dubuc IF, Ferrari RAP. Adolescentes atendidos num serviço público de urgência e emergência: perfil de morbidade e mortalidade. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 28º de agosto de 2009 [citado 18º de janeiro de 2022];8(2). Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/fen/article/view/7040

Edição

Seção

Artigo Original