Panorama epidemiológico do HIV em gestantes indígenas e não indígenas no estado do Pará

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v23.67563

Palavras-chave:

Infecções por HIV, Gestantes, Saúde de Populações Indígenas, Vulnerabilidade Social

Resumo

Objetivo: Analisar o perfil epidemiológico da infecção pelo HIV em gestantes indígenas e não indígenas no estado do Pará. Métodos: Estudo epidemiológico, transversal, realizado a partir de dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação referentes ao período de 2010 a 2017. Resultados: As taxas de detecção de HIV em gestantes apresentaram tendência de crescimento nos dois grupos étnicos. O acompanhamento pré-natal mostrou-se importante para a triagem sorológica do HIV nas populações estudadas. Conclusão: Os elevados índices de HIV em gestantes, especialmente entre indígenas, evidenciam a necessidade de adequação da política e diretrizes de prevenção do HIV/aids de modo a torná-las culturalmente adequadas para os diferentes contextos étnicos. Além disso, torna-se imprescindível a ampliação das medidas de prevenção e diagnóstico do HIV em momentos que antecedem a gestação a fim de interromper a cadeia de transmissão do vírus.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Lidiane de Nazaré Mota Trindade, Universidade do Estado do Pará

Universidade do Estado do Pará (UEPA) – Belém (PA), Brasil. E-mail: lnmtrindade@gmail.com.

Laura Maria Vidal Nogueira, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) – Rio de Janeiro (RJ), Brasil. E-mail: lauramavidal@gmail.com.

Elisângela Silva Gomes, Universidade do Estado do Pará

Universidade do Estado do Pará (UEPA) – Belém (PA), Brasil. E-mail: jhanigomes@gmail.com.

Juarez Távora Guimarães Neto, Universidade do Estado do Pará

Universidade do Estado do Pará (UEPA) – Belém (PA), Brasil. E-mail: juareznetotavora@gmail.com.

Nataly Yuri Costa, Universidade do Estado do Pará

Universidade do Estado do Pará (UEPA) – Belém (PA), Brasil. E-mail: natalyyuricosta@gmail.com.

Sávio Felipe Dias Santos, Universidade do Estado do Pará

Universidade do Estado do Pará (UEPA) – Belém (PA), Brasil. E-mail: saaviofelipe@gmail.com.

Ivaneide Leal Ataíde Rodrigues, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) – Rio de Janeiro (RJ), Brasil. E-mail: ilar@globo.com.

Referências

Silva CM, Alves RS, Santos TS, Bragagnollo GR, Tavares CM, Santos AAP. Epidemiological overview of HIV/ AIDS in pregnant women from a state of northeastern Brazil. Rev Bras Enferm [Internet]. 2018 [acesso em: 10 nov. 2020];71(supl 1):613–21. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2017-0495.

Orellana ER, Alva IE, Cárcamo CP, García PJ. Structural factors that increase HIV/STI vulnerability among indigenous people in the Peruvian amazon. Qual Health Res [Internet]. 2013 [acesso em: 30 out. 2020];23(9):1240–50. Disponível em: https://doi.org/10.1177/1049732313502129.

Santos NJS. Mulher e negra: dupla vulnerabilidade às DST/HIV/aids. Saúde Soc [Internet]. 2016 [acesso em: 23 out. 2020];25(3):602–18. Disponível em: https://doi.org/10.1590/s0104-129020162627.

Brasil. Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis. Boletim Epidemiológico HIV/Aids [Internet]. Brasília, DF: MS; 2020 [acesso em: 28 dez. 2020]. Disponível em: http://www.aids.gov.br/pt-br/pub/2020/boletim-epidemiologico-hivaids-2020.

Zimmermmann JB, Duarte AMBR, Silva AC. Avaliação temporal da frequência da infecção do HIV em gestantes. Clin Biomed Res [Internet]. 2017 [acesso em: 20 nov. 2020];37(3):198–202. Disponível em: http://dx.doi.org/10.4322/2357-9730.71396.

Chaves ACP, Sousa CSP, Almeida PC; Bezerra EO, Sousa GJB, Pereira MLD. Vulnerability to Human Immunodeficiency Virus infection among women of childbearing age. Rev Rene [Internet]. 2019 [acesso em: 24 nov. 2020];20:e40274. Disponível em: https://doi.org/10.15253/2175-6783.20192040274.

Domingues RMSM, Saraceni V, Leal MC. Reporting of HIV-infected pregnant women: estimates from a Brazilian study. Rev Saúde Pública [Internet]. 2018 [acesso em: 4 out. 2020];52(43):1-9. Disponível em: https://doi.org/10.11606/S1518-8787.2018052017439.

Pícoli RP, Cazola LHO. Ações de prevenção da transmissão vertical da sífilis ofertadas à população indígena. Cogitare Enferm [Internet]. 2020 [acesso em: 12 dez. 2020];25:e69552. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v25i0.69552.

Benzaken AS, Sabidó M, Brito I, Bermúdez XPD, Benzaken NS, Galbán E, et al. HIV and syphilis in the context of community vulnerability among indigenous people in the Brazilian Amazon. Int J Equity Health [Internet]. 2017 [acesso em: 25 set 2020];16(92):1–9. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1186/s12939-017-0589-8.

Tiago ZS, Pícoli RP, Graeff SV-B, Cunha RV, Arantes R. Subnotificação de sífilis em gestantes, congênita e adquirida entre povos indígenas em Mato Grosso do Sul, 2011–2014. Epidemiol Serv Saúde [Internet]. 2017 [acesso em: 29 out. 2020];26(3):503–12. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5123/S1679-49742017000300008.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (BR). Os indígenas no censo demográfico 2010: primeiras considerações com base no quesito cor ou raça [Internet]. Rio de Janeiro: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística; 2012 [acesso em: 10 set. 2020]. 31p. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/indigenas/indigena_censo2010.pdf.

Nóbrega RG, Oliveira NA, Lima EAR, Silva ACO, Almeida SA, Nogueira JA. Prevenção do HIV sob o olhar de mulheres indígenas potiguaras. Rev Enferm UFSM [Internet]. 2020. [acesso em: 07 maio 2021];10(e64):1–23. Disponível em: https://doi.org/10.5902/2179769241396.

Ponce P, Muñoz R, Stival M. Pueblos indígenas, VIH y políticas públicas en Latinoamérica: una exploración en el panorama actual de la prevalencia epidemiológica, la prevención, la atención y el seguimiento oportuno. Salud Colect [Internet]. 2017 [acesso em: 31 out. 2020];13(3):537–54. Disponível em: https://doi.org/10.18294/sc.2017.1120.

Graeff SV-B, Pícoli RP, Arantes R, Castro VOL, Cunha RV. Epidemiological aspects of HIV infection and AIDS among indigenous populations. Rev Saúde Pública [Internet]. 2019 [acesso em: 11 out. 2020];53(71):1– 11. Disponível em: https://doi.org/10.11606/S1518-8787.2019053000362.

Gomes AC, Esperidião MA. Acesso dos usuários indígenas aos serviços de saúde de Cuiabá, Mato Grosso, Brasil. Cad Saúde Pública [Internet]. 2017 [acesso em: 03 dez. 2020];35(5):e00132215. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0102-311X00132215.

Portocarrero J. VIH en gestantes indígenas: un reto para la salud pública peruana. Rev Peru Med Exp Salud Publica [Internet]. 2015 [acesso em: 7 nov. 2020];32(3):546–54. Disponível em: http://www.scielo.org.pe/pdf/rins/v32n3/a20v32n3.pdf.

Nóbrega RG, Nogueira JA, Almeida SA, Marcolino ABL, CananéaJNA,BezerraVP.Saúdeindígenaemtemposde AIDS: revisão integrativa. Online Braz J Nurs [Internet]. 2015 [acesso em: 5 nov. 2020];14(2):205–16. Disponível em: https://doi.org/10.17665/1676-4285.20155217.

Trindade LNM, Nogueira LMV, Rodrigues ILA, Ferreira AMR, Corrêa GM, Andrade NCO. HIV infection in pregnant women and its challenges for the prenatal care. Rev Bras Enferm 2021 [acesso em: 23 jan. 2021];74(suppl 4):e20190784. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2019-0784.

Hernando V, Alejos B, Montero M, Perez-Elias MJ, Blanco JR, Giner L, et al. Reproductive history before and after HIV diagnosis: a cross-sectional study in HIV-positive women in Spain. Med [Internet]. 2017 [acesso em: 15 ago. 2020];96(5):e5991. Disponível em: https://doi.org/10.1097/MD.0000000000005991.

Moraes CSV. O ensino médio e as comparações internacionais: Brasil, Inglaterra e Finlândia. Educ Soc [Internet]. 2017 [acesso em: 11 nov. 2020];38(139):405–29. Disponível em: https://doi.org/10.1590/es0101-73302017177657.

Bastos JL, Santos RV, Cruz OG, Longo LAFB, Silva LO. Sociodemographic characteristics of indigenous population according to the 2000 and 2010 Brazilian demographic censuses: a comparative approach. Cad Saúde Pública [Internet] 2017 [acesso em: 10 nov. 2020];33(suppl 1):e00085516. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0102-311x00085516.

Kleinubing RE, Eslava DG, Padoin SMM, Paula CC. Evaluation of the health attention to pregnant women with HIV: comparison between primary and specialized service. Esc Anna Nery [Internet]. 2019 [acesso em: 19 out. 2020];23(2):e20180258. Disponível em: https://doi.org/10.1590/2177-9465-ean-2018-0258.

Freitas JP, Sousa LRM, Cruz MCMA, Caldeira NMVP, Gir E. Antiretroviral therapy: compliance level and the perception of HIV/Aids patients. Acta Paul Enferm [Internet]. 2018 [acesso em: 9 dez. 2020];31(3):327– 33. Disponível em: https://dx.doi.org/10.1590/1982-0194201800046.

Oliveira IG, Castro LLS, Massena AM, Santos LVF, Sousa LB, Anjos SJSB. Qualidade da consulta de enfermagem na assistência ao pré-natal de risco habitual. Rev Eletr Enf [Internet]. 2017 [acesso em: 15 dez. 2020];19:a28. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5216/ree.v19.40374.

Sama CB, Feteh VF, Tindong M, Tanyi JT, Bihle NM, Angwafo FF. Prevalence of maternal HIV infection and knowledge on mother-to-child transmission of HIV and its prevention among antenatal care attendees in a rural area in northwest Cameroon. PLoS ONE [Internet]. 2017 [acesso em: 30 dez. 2020];12(2):e0172102. Disponível em: https://doi.org/10.1371/journal.pone.0172102.

Publicado

07-10-2021

Como Citar

1.
Trindade L de NM, Nogueira LMV, Gomes ES, Guimarães Neto JT, Costa NY, Santos SFD, Rodrigues ILA. Panorama epidemiológico do HIV em gestantes indígenas e não indígenas no estado do Pará. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 7º de outubro de 2021 [citado 29º de novembro de 2021];23. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/fen/article/view/67563

Edição

Seção

Artigo Original