Diagnósticos de enfermagem em pessoas com hanseníase: aproximação entre teoria de Orem e a CIPE®

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v22.63602

Palavras-chave:

Enfermagem, Teoria de Enfermagem, Classificação, Hanseníase, Doenças Transmissíveis, Terminologia Padronizada em Enfermagem

Resumo

Objetivo: Analisar o perfil de diagnósticos de enfermagem em pessoas com hanseníase, utilizando a teoria de Orem e a Classificação Internacional para a Prática de Enfermagem (CIPE®). Método: Estudo transversal, descritivo, incluiu 24 pessoas com hanseníase, em atendimento ambulatorial. A coleta de dados ocorreu mediante consultas de enfermagem, à luz da teoria de Orem, utilizando- se entrevista e exame clínico. Resultados: O processo de elaboração dos diagnósticos de enfermagem foi apoiado em raciocínio clínico, no modelo de sete eixos da CIPE® e na ISO 18.104. As inferências diagnósticas foram validadas por três juízes. Conclusão: Foram identificados 60 diagnósticos de enfermagem, sendo 51,6% classificados como requisitos de autocuidado de desvio da saúde. O perfil de diagnósticos indica demandas de autocuidado específicas desta população e a necessidade de intervenções organizadas no sistema apoio e educação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Publicado

23-12-2020

Como Citar

1.
Oliveira MD da S, Lima J de OR e, Galdino Júnior H, Garcia TR, Bachion MM. Diagnósticos de enfermagem em pessoas com hanseníase: aproximação entre teoria de Orem e a CIPE®. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 23º de dezembro de 2020 [citado 27º de outubro de 2021];22. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/fen/article/view/63602

Edição

Seção

Artigo Original