Fatores intervenientes na adesão à amamentação na primeira hora de vida: revisão integrativa

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v22.62254

Palavras-chave:

Recém-Nascido, Aleitamento Materno, Alojamento Conjunto, Salas de Parto, Enfermagem Neonatal

Resumo

Objetivo: Analisar evidências científicas na área da saúde sobre os fatores intervenientes na amamentação do recém-nascido na primeira hora de vida no ambiente hospitalar. Método: Revisão integrativa da literatura realizada em agosto de 2020 em seis recursos informacionais. Resultados: Foram identificadas 282 referências, das quais, após aplicação dos critérios de inclusão e exclusão, 28 foram selecionadas para a síntese qualitativa, constatando-se que fatores multidimensionais interferem na adesão à amamentação na primeira hora de vida. Conclusão: Essa prática é influenciada por fatores maternos e neonatais e pelas práticas institucionais e profissionais instituídas no pré-natal, parto e puerpério. Reconhecer esses fatores é essencial para favorecer reflexões e mudanças nas práticas assistenciais e gerenciais em saúde, vislumbrando melhorias nas taxas de amamentação na primeira hora de vida e do aleitamento materno exclusivo e na redução da morbimortalidade infantil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Publicado

13-12-2020

Como Citar

1.
Terra NO, Góes FGB, Souza AN, Ledo BC, Campos BL, Barcellos TMT. Fatores intervenientes na adesão à amamentação na primeira hora de vida: revisão integrativa. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 13º de dezembro de 2020 [citado 26º de outubro de 2021];22. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/fen/article/view/62254

Edição

Seção

Artigo de Revisão