Refletindo a práxis voltada à abordagem integral do processo saúde-doença na formação do enfermeiro

Autores

  • Bianca Joana Mattia Universidade Comunitária da Região de Chapecó
  • Maria Elisabeth Kleba Universidade Comunitária da Região de Chapecó
  • Marta Lenise do Prado Universidade Federal de Santa Catarina
  • Carine Vendruscolo Universidade do Estado de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v22.60909

Palavras-chave:

Enfermagem, Educação Superior, Prática Profissional, Serviços de Saúde, Saúde

Resumo

Objetivo: Compreender o alcance da problematização como estratégia de formação para a abordagem integral do processo saúde- doença no cuidado prestado por egressos de um Curso de Enfermagem. Metodologia: Estudo de caso qualitativo, envolvendo professores, profissionais e gestores enfermeiros de um Curso de Enfermagem. Para coleta das informações, utilizou-se grupo focal e entrevistas individuais, totalizando 16 participantes. Os dados foram analisados seguindo o preconizado pela análise temática de conteúdo. Resultados: Os resultados atestam que a problematização é considerada estratégia favorável à formação de profissionais criativos nos serviços, promovendo o olhar ampliado em saúde, apesar de os serviços apresentarem uma visão reducionista da saúde, desafio que se coloca aos profissionais para modificarem essa realidade. Os docentes também são reconhecidos como sujeitos do processo ensino-aprendizagem. Considerações Finais: A problematização, como estratégia pedagógica durante a formação, promove o olhar ampliado dos profissionais, considerando o processo saúde-doença, favorecendo a reorientação do modelo assistencial em saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Publicado

20-12-2020

Como Citar

1.
Mattia BJ, Kleba ME, Prado ML do, Vendruscolo C. Refletindo a práxis voltada à abordagem integral do processo saúde-doença na formação do enfermeiro. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 20º de dezembro de 2020 [citado 27º de outubro de 2021];22. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/fen/article/view/60909

Edição

Seção

Artigo Original