Qualidade de vida de estudantes de mestrado e doutorado em enfermagem

Resumo

Este estudo objetivou analisar a qualidade de vida eseus preditores entre estudantes de mestrado e doutorado em enfermagem. Pesquisa transversal com 129 pós-graduandos de três universidades públicas da Região Sul do Brasil. Para coleta utilizou-se um questionário para caracterização e o WHOQOL–Bref. Os dados foram analisados por estatística descritiva e múltipla. Qualidade de vida física obteve o maior valor mediano e as relações sociais, o menor. Sedentarismo, insatisfação com o tema de pesquisa, dificuldade de conciliar estudos e vida pessoal, tabagismo, consumo de bebidas alcoólicas, preocupação com o prazo para conclusão do curso e relacionamento insatisfatório com os docentes estiveram associados significativamente às menores percepções de qualidade de vida. Houve indícios que a formação stricto sensuimpactou negativamente a qualidade de vida dos pesquisados, visto que a maioria dos fatores associados que a influenciaram desfavoravelmente foram variáveis relacionadas ao contexto acadêmico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria José Quina Galdino, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Enfermeira, Mestre em Enfermagem. Discente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, nível Doutorado, da Universidade Estadual de Maringá. Professora Assistente da Universidade Estadual do Norte do Paraná. Bandeirantes, PR, Brasil. E-mail: mariagaldino@uenp.edu.br.

Júlia Trevisan Martins, Universidade Estadual de Londrina

Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professora Adjunta da Universidade Estadual de Londrina. Londrina, PR, Brasil. E-mail: jtmartins@uel.br.

Renata Perfeito Ribeiro, Universidade Estadual de Londrina

Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professora Adjunta da Universidade Estadual de Londrina. Londrina, PR, Brasil. E-mail: perfeitorenata@gmail.com.

Alessandro Rolim Scholze, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Enfermeiro, Mestre em Enfermagem, Professor da Universidade Estadual do Norte do Paraná. Bandeirantes, PR, Brasil. E-mail: scholze@uenp.edu.br.

Sirlene Aparecida Scarpin Tsukamoto, Universidade Estadual de Londrina

Enfermeira. Discente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, nível Mestrado, da Universidade Estadual de Londrina. Londrina, PR, Brasil. E-mail: sirlene.tsukamoto@hotmail.com.

Maria do Carmo Fernandez Lourenço Haddad, Universidade Estadual de Londrina

Enfermeira, Doutora em Enfermagem Fundamental. Professora Associada do Departamento de Enfermagem da Universidade Estadual de Londrina. Londrina, PR, Brasil. E-mail: carmohaddad@gmail.com.

Publicado
31-12-2018
Como Citar
Quina Galdino, M. J., Trevisan Martins, J., Perfeito Ribeiro, R., Rolim Scholze, A., Scarpin Tsukamoto, S. A., & Fernandez Lourenço Haddad, M. do C. (2018). Qualidade de vida de estudantes de mestrado e doutorado em enfermagem. Revista Eletrônica De Enfermagem, 20. https://doi.org/10.5216/ree.v20.50673
Seção
Artigo Original