Reconstrução de trânsito intestinal: fatores que influenciam a realização

  • Janderson Cleiton Aguiar União das Faculdades dos Grandes Lagos
  • Adriana Pelegrini dos Santos Pereira Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, Departamento de Enfermagem Geral
  • Maria Helena Pinto Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, Departamento de Enfermagem Geral
Palavras-chave: Estomia, Estomas Cirúrgicos, Cuidados de Enfermagem, Perfil de Saúde

Resumo

Objetivou-se identificar os fatores que influenciam na reconstrução do trânsito intestinal em pessoas com estoma provisório. Trata-se de um estudo descritivo–analítico, quantitativo, participaram 117 pessoas com estoma provisório, que foram entrevistados, abordando aspectos sociodemográficos, clínicos e motivo da não reconstrução do estoma até o momento da coleta dos dados, foi realizada análise descritiva das variáveis, com aplicação de testes para verificar a existência de relação entre os motivos de demora para reconstrução com as demais variáveis. A maioria era do sexo masculino, a neoplasia predominou como patologia que determinou a construção do estoma, as cirurgias foram de urgência, sendo a colectomia a mais frequente. A idade influencia tanto na causa do estoma como na não reconstrução, assim como a presença de comorbidades e a persistência da causa pré-cirúrgica, o que leva à reflexão sobre a importância de ações de promoção de saúde e prevenção de doenças intestinais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Janderson Cleiton Aguiar, União das Faculdades dos Grandes Lagos
Enfermeiro, Mestre em Enfermagem. Professor da União das Faculdades dos Grandes Lagos. São José do Rio Preto, SP, Brasil. E-mail: janderpoty@yahoo.com.br.
Adriana Pelegrini dos Santos Pereira, Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, Departamento de Enfermagem Geral
Enfermeira, Doutora em Ciências da Saúde. Professora Assistente do Departamento de Enfermagem Geral da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto, SP, Brasil. E-mail: adrianapelegrini@famerp.br.
Maria Helena Pinto, Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, Departamento de Enfermagem Geral
Enfermeira, Doutora em Enfermagem Fundamental. Professora Adjunta do Departamento de Enfermagem Geral da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto, SP, Brasil. E-mail: mariahelena@famerp.br.
Publicado
13-12-2018
Como Citar
Aguiar, J., Pereira, A., & Pinto, M. H. (2018). Reconstrução de trânsito intestinal: fatores que influenciam a realização. Revista Eletrônica De Enfermagem, 20. https://doi.org/10.5216/ree.v20.47606
Seção
Artigo Original