O ser-com-o-outro na condição sorodiscordante: uma abordagem fenomenológica da vulnerabilidade individual ao HIV

  • Fernanda da Mata Vasconcelos Silva Instituto Nacional de Ensino, Sociedade e Pesquisa
  • Sandro Márcio Moura de Senna Universidade Federal de Pernambuco, Departamento de Filosofia
  • Francisca Márcia Pereira Linhares Universidade Federal de Pernambuco, Departamento de Enfermagem
  • Fatima Maria da Silva Abrão Universidade de Pernambuco, Departamento de Enfermagem
  • Tatiane Gomes Guedes Universidade Federal de Pernambuco, Departamento de Enfermagem
Palavras-chave: Sorodiagnóstico da AIDS, Comportamento Sexual, Parceiros Sexuais, Vulnerabilidade em Saúde, Hermenêutica

Resumo

Compreendera sorodiscordância e a vulnerabilidade individual ao HIV nas relações de ser-com-o-outro sorodiscordante. Estudo qualitativo, ancorado na Fenomenologia Hermenêutica de Martin Heidegger. Participaram do estudo oito pacientes soropositivos e suas parcerias sorodiscordantes, totalizando 16 participantes. A entrevista foi o instrumento utilizado para obtenção das narrativas vividas pelos casais. Os conceitos fenomenológicos de “ser-com” e “ser-no-mundo”, descritos por Heidegger, permitiu que os sentidos e significados relacionados ao fenômeno da sorodiscordância fossem evidenciados de forma detalhada. As construções sociais de masculinidade, a reduzida capacidade do casal em negociar prática de sexo seguro, o uso da terapia antiretroviral como fator de proteção ao HIV acrescidos das influências culturais foram evidenciados como as principais situações de vulnerabilidade individual da existência sorodiscordante. A compreensão do significado existencial de ser-casal-sorodiscordante, segundo a estrutura ontológica “ser-um-com-o-outro” instiga mudanças da práxis do enfermeiro, oportunizando um atendimento diferenciado e integral ao casal sorodiscordante.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda da Mata Vasconcelos Silva, Instituto Nacional de Ensino, Sociedade e Pesquisa

Enfermeira, Mestre em Enfermagem. Docente da Pós-Graduação Lato sensudo Instituto Nacional de Ensino, Sociedade e Pesquisa. Recife, PE, Brasil. E-mail: nandadamata34@gmail.com.

Sandro Márcio Moura de Senna, Universidade Federal de Pernambuco, Departamento de Filosofia
Filósofo, Doutor em Filosofia. Professor Adjunto do Departamento de Filosofia da Universidade Federal de Pernambuco. Recife, PE, Brasil. E-mail: sandrosenna@gmail.com.
Francisca Márcia Pereira Linhares, Universidade Federal de Pernambuco, Departamento de Enfermagem
Enfermeira, Doutora em Nutrição. Professora Adjunta do Departamento de Enfermagem da Universidade Federal de Pernambuco. Recife, PE, Brasil. E-mail: marciapl27@gmail.com.
Fatima Maria da Silva Abrão, Universidade de Pernambuco, Departamento de Enfermagem
Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professora Adjunta do Departamento de Enfermagem da Universidade de Pernambuco. Recife, PE, Brasil. E-mail: fatima.abrao@upe.br.
Tatiane Gomes Guedes, Universidade Federal de Pernambuco, Departamento de Enfermagem
Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professora Adjunta do Departamento de Enfermagem da Universidade Federal de Pernambuco. Recife, PE, Brasil. E-mail: tatigguedes@yahoo.com.br.
Publicado
21-06-2018
Como Citar
Silva, F., Senna, S., Linhares, F., Abrão, F. M., & Guedes, T. (2018). O ser-com-o-outro na condição sorodiscordante: uma abordagem fenomenológica da vulnerabilidade individual ao HIV. Revista Eletrônica De Enfermagem, 20. https://doi.org/10.5216/ree.v20.47256
Seção
Artigo Original