Fatores maternos e neonatais associados à prematuridade

Autores

  • Ana Karina Marques Salge Universidade Federal de Goiás
  • Aline Vaz da Costa Vieira Universidade Federal de Goiás
  • Anne Kelly Araújo Aguiar Universidade Federal de Goiás
  • Sara Fleury Lobo Universidade Federal de Goiás
  • Raphaela Maioni Xavier Universidade Federal de Goiás
  • Laidilce Teles Zatta Universidade Federal de Goiás
  • Rosana Rosa Miranda Correa Universidade Federal do Triângulo Mineiro
  • Karina Machado Siqueira Universidade Federal de Goiás
  • Janaína Valadares Guimarães Universidade Federal de Goiás
  • Karlla Morgana Nunes Rocha Universidade Federal de Goiás
  • Brunella Mendonça Chinem
  • Renata Calciolari Rossi e Silva

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v11.47198

Palavras-chave:

Doenças do Recém-Nascido, Gravidez, Recém-Nascido

Resumo

A prematuridade representa a causa mais freqüente de morbidade neonatal. O objetivo desse estudo foi realizar um levantamento dos nascimentos de recém-nascidos vivos com menos de 37 semanas completas de gestação e relacionar com as alterações patológicas encontradas. Foram coletados dados referentes à história clínica materna e do neonato. A média da idade gestacional dos 104 RNs estudados foi de 31 semanas ± 4 dias. A média de peso dos prematuros foi de 2350 gramas. Os grupos de doenças de base maternas encontradas foram: hipertensão materna 51 casos (49%), alterações útero-placentárias 21 casos (20,1%), doenças infecciosas 12 casos (11,5%), cardiopatias 9 casos (5,7 %), diabetes 2 casos (1,9%), Síndrome da Imunodeficiência Adquirida 1 caso (0,9%) ainda 8 casos (7,6%) em que não havia registro de doença de base. Entre os grupos de doenças de base fetais o mais freqüente foi o grupo de doenças do aparelho respiratório, com 81 casos (78%). Em nosso estudo, houve diferença estatisticamente significante entre idade gestacional e doença de base materna (p=0,038). A prematuridade continua sendo a principal causa de morbidade e mortalidade neonatal, representando um dos maiores desafios para o fornecimento de uma assistência profissional de qualidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Ana Karina Marques Salge, Universidade Federal de Goiás

Enfermeira. Doutora em Ciências da Saúde. Professora Adjunto da Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Goiás (FEN/UFG). E-mail: anakarina@fen.ufg.br

Aline Vaz da Costa Vieira, Universidade Federal de Goiás

Acadêmica do Curso de Graduação em Enfermagem da FEN/UFG. E-mail: alinecostavieira@yahoo.com.br

Anne Kelly Araújo Aguiar, Universidade Federal de Goiás

Acadêmica do Curso de Graduação em Enfermagem da FEN/UFG. E-mail: annekaa@gmail.com

Sara Fleury Lobo, Universidade Federal de Goiás

Enfermeira. Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da FEN/UFG (PPGEnf/FEN/UFG). E-mail: sarafleury1@yahoo.com.br

Raphaela Maioni Xavier, Universidade Federal de Goiás

Enfermeira. Mestranda do PPGEnf/FEN/UFG. E-mail: raphinha_x@hotmail.com

Laidilce Teles Zatta, Universidade Federal de Goiás

Enfermeira. Mestranda do PPGEnf/FEN/UFG. E-mail: laidteles@hotmail.com

Rosana Rosa Miranda Correa, Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Enfermeira. Doutora em Ciências da Saúde. Professora Adjunto da Disciplina de Patologia Geral da Universidade Federal do Triângulo Mineiro. E-mail: rosanaasor@hotmail.com

Karina Machado Siqueira, Universidade Federal de Goiás

Enfermeira. Mestre em Enfermagem. Professora Assistente da FEN/UFG. E-mail: karinams@fen.ufg.br

Janaína Valadares Guimarães, Universidade Federal de Goiás

Enfermeira. Doutora em Ciências da Saúde. Professora Adjunto da da FEN/UFG. E-mail: guimaraesjv@hotmail.com

Karlla Morgana Nunes Rocha, Universidade Federal de Goiás

Enfermeira. Mestranda do PPGEnf/FEN/UFG. E-mail: karllamorgana@yahoo.com.br

Brunella Mendonça Chinem

Enfermeira. E-mail: brunellamc@gmail.com

Renata Calciolari Rossi e Silva

Fisioterapeuta. Doutora em Ciências da Saúde. E-mail: renata@unoeste.br

Downloads

Publicado

01-06-2017

Como Citar

1.
Salge AKM, Vieira AV da C, Aguiar AKA, Lobo SF, Xavier RM, Zatta LT, Correa RRM, Siqueira KM, Guimarães JV, Rocha KMN, Chinem BM, Silva RCR e. Fatores maternos e neonatais associados à prematuridade. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 1º de junho de 2017 [citado 27º de outubro de 2021];11(3). Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/fen/article/view/47198

Edição

Seção

Artigo Original