O pensamento de Antônio Gramsci como referencial teórico na pesquisa em história da Enfermagem

Autores

  • Miriam Heidemann Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Maria da Luz Barbosa Gomes Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Maritza Consuelo Ortiz Sanchez Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v10.46842

Palavras-chave:

História, História da enfermagem, Pesquisa.

Resumo

Cada pesquisador em história da enfermagem é livre nas suas interpretações. Todos nós sentimos necessidade de ordenar nosso campo teórico, para não cairmos no niilismo do caminhar desordenado pela história. Este artigo tem por objetivo propor uma reflexão teórica sobre o pensamento de Antônio Gramsci como referencial téorico de estudos em história da enfermagem. Para GRAMSCI, as relações de subordinação e dominação entre grupos são objetos da pesquisa histórico-social. A preocupação de Gramsci é o conjunto de forças que compõe a realidade e a relação entre essas forças, na busca pela hegemonia. A enfermagem representa uma força social, contruída por lutas e embates entre o poder político (dominante) e outros grupos sociais. A análise desses embates nos fornece focos de interpretação da história da enfermagem. A disputa pela hegemonia, num sentido amplo, sugere, através de revoluções passivas, alianças entre grupos, organização de associações de classe e sindicados, a construção de novos imaginários sociais, novas ideologias. A partir da lente gramsciniana de interpretação da história da enfermagem, podemos desenhar, através dos tempos, a identidade profissional do enfermeiro, que é o principal alicerce da conquista da hegemonia cultural da enfermagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Miriam Heidemann, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutoranda em história da enfermagem pela Escola de Enfermagem Anna Neryda Universidade Federal do Rio de Janeiro (EEAN/UFRJ). Membro do Núcleo de Pesquisa de História da Enfermagem Brasileira (NUPHEBRAS) do Departamento de Enfermagem Fundamental (DEF/EEAN/UFRJ). E-mail: miriam@fog.br.

Maria da Luz Barbosa Gomes, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutora em Enfermagem pela EEAN/UFRJ. Professora Adjunto do DEF/EEAN/UFRJ. Pesquisadora do NUPHEBRAS/DEF/EEAN/UFRJ. E-mail marialuz@alternex.com.br.

Maritza Consuelo Ortiz Sanchez, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutora em Enfermagem pela EEAN/UFRJ. Pesquisadora do NUPHEBRAS/DEF/EEAN/UFRJ E-mail:  morsa_peru@yahoo.com.

Downloads

Publicado

15-05-2017

Como Citar

1.
Heidemann M, Gomes M da LB, Sanchez MCO. O pensamento de Antônio Gramsci como referencial teórico na pesquisa em história da Enfermagem. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 15º de maio de 2017 [citado 26º de julho de 2021];10(4). Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/fen/article/view/46842

Edição

Seção

Artigo de Atualização