Comunicação como instrumento de humanização do cuidado de enfermagem: experiências em unidade de terapia intensiva

Autores

  • Edison Luiz Devos Barlem Universidade Federal do Rio Grande
  • Daniele Portella do Nascimento Rosenhein PIBIC/CNPq
  • Valéria Lerch Lunardi Universidade Federal do Rio Grande
  • Wilson Danilo Lunardi Filho Universidade Federal do Rio Grande

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v10.46800

Palavras-chave:

Unidades de terapia intensiva, Comunicação, Cuidados de enfermagem, Cuidados intensivos

Resumo

O presente estudo surgiu de questionamentos sobre a relevância da comunicação como instrumento para humanizar o cuidado de enfermagem na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Assim, o objetivo foi conhecer como pacientes perceberam o processo de comunicação implementado pela equipe de enfermagem, identificar quais as percepções sobre os cuidados prestados pela equipe de enfermagem e situações vivenciadas neste ambiente relacionadas ao processo de comunicação. Para tanto, foi realizada uma pesquisa qualitativa, por meio de entrevista semi-estruturada com sete pacientes que estiveram internados em UTI geral de um Hospital Universitário do extremo sul do Rio Grande do Sul, no período de janeiro de 2004 a junho de 2006, abordando aspectos referentes ao cuidado recebido, com atenção especial ao processo de comunicação. A idade dos entrevistados variou de 21 a 73 anos. Após a análise das falas, emergiram duas categorias: a vivência na UTI, seus significados e as necessidades de comunicação e UTI: potencial ambiente de cuidado. Os resultados permitem concluir que os cuidados recebidos na UTI foram satisfatórios e há o reconhecimento da preocupação da equipe de enfermagem em se comunicar com o paciente, valorizando o olhar, a presença e o toque.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Edison Luiz Devos Barlem, Universidade Federal do Rio Grande

Enfermeiro, Aluno do Mestrado em Enfermagem da Fundação Universidade Federal do Rio Grande. E-mail: ebarlem@gmail.com

Daniele Portella do Nascimento Rosenhein, PIBIC/CNPq

Enfermeira, Ex-bolsista PIBIC/CNPq. E-mail: danikkaportella@hotmail.com

Valéria Lerch Lunardi, Universidade Federal do Rio Grande

Enfermeira, Doutora em Enfermagem, Professora Associada I do Departamento de Enfermagem da Fundação Universidade Federal do Rio Grande. Pesquisadora IB do CNPq. E-mail: vlunardi@terra.com.br.

Wilson Danilo Lunardi Filho, Universidade Federal do Rio Grande

Enfermeiro, Doutor em Enfermagem. Professor Associado I do Departamento de Enfermagem da FURG, Pesquisador II do CNPq. E-mail: lunardifilho@terra.com.br

Downloads

Publicado

15-05-2017

Como Citar

1.
Barlem ELD, Rosenhein DP do N, Lunardi VL, Lunardi Filho WD. Comunicação como instrumento de humanização do cuidado de enfermagem: experiências em unidade de terapia intensiva. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 15º de maio de 2017 [citado 17º de outubro de 2021];10(4). Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/fen/article/view/46800

Edição

Seção

Artigo Original