Remoção não eletiva do cateter central de inserção periférica em unidade neonatal

  • Nanete Caroline da Costa Prado Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Richardson Augusto Rosendo da Silva Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Romanniny Hévillyn Silva Costa Instituto Federal do Rio Grande do Norte
  • Millena Freire Delgado Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Palavras-chave: Enfermagem Neonatal, Terapia Intensiva Neonatal, Cateterismo Periférico, Remoção de Dispositivo

Resumo

Objetivou-se identificar os fatores determinantes da remoção não eletiva do cateter central de inserção periférica em recém-nascidos internados em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. Estudo transversal, realizado em uma maternidade referência no atendimento materno-infantil de alto risco situada no Nordeste do Brasil. A coleta foi realizada com 108 neonatos e ocorreu no período de fevereiro a novembro de 2016. Observou-se a prevalência de neonatos do sexo masculino (60,19%), nascidos de parto cesárea (74,07%) e baixo peso ao nascer (29,62%). A remoção não eletiva ocorreu em 41,66% neonatos por infiltração (12,03%), tração acidental (11,11%), ruptura externa (9,25%), oclusão (5,55%), mau posicionamento (1,85%) e suspeita de infecção (1,85%). A prevalência e os fatores de remoção não eletiva indicam a necessidade de estratégias por parte da Enfermagem na prevenção de complicações evitáveis relacionadas ao cateter, destacando-se a capacitação e aprimoramento de habilidades quanto à inserção, manutenção, retirada e observação desse dispositivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nanete Caroline da Costa Prado, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Enfermeira. Natal, RN, Brasil. E-mail: caroline_k16@hotmail.com.
Richardson Augusto Rosendo da Silva, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Enfermeiro. Doutor em Ciências da Saúde. Professor Adjunto da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Natal, RN, Brasil. E-mail: rirosendo@yahoo.com.br.
Romanniny Hévillyn Silva Costa, Instituto Federal do Rio Grande do Norte
Enfermeira, Mestre em Enfermagem. Enfermeira do trabalho no Instituto Federal do Rio Grande do Norte e na Maternidade Escola Januário Cicco.Natal, RN, Brasil. E-mail: romanniny@yahoo.com.br.
Millena Freire Delgado, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Enfermeira, Mestre em Enfermagem. Professor Substituto da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Natal, RN, Brasil. E-mail: millenadelgado@gmail.com.
Publicado
16-08-2018
Como Citar
Prado, N., Silva, R., Costa, R., & Delgado, M. (2018). Remoção não eletiva do cateter central de inserção periférica em unidade neonatal. Revista Eletrônica De Enfermagem, 20. https://doi.org/10.5216/ree.v20.45559
Seção
Artigo Original