Análise dos níveis pressóricos em gestantes no diagnóstico precoce da síndrome hipertensiva gestacional

Autores

  • Andreza de Sá Gomes
  • Anne Fayma Lopes Chaves Universidade Federal do Ceará
  • Rebeca Barros da Silva
  • Ana Kelve de Castro Damasceno Universidade Federal do Ceará
  • Rosana Gomes de Freitas Menezes Franco
  • Mônica Oliveira Batista Oriá Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v15i4.19766

Palavras-chave:

Hipertensão Induzida pela Gravidez, Pressão Arterial, Cuidado Pré-Natal, Atenção Primária à Saúde, Cuidados de Enfermagem

Resumo

O objetivo foi comparar os níveis pressóricos em gestantes aferidos na sala de preparo de um Centro de Saúde da Família com as medidas verificadas no consultório seguindo as Diretrizes Brasileiras de Hipertensão. Estudo comparativo e quantitativo tendo como amostra 94 gestantes. A coleta de dados ocorreu no período de setembro a novembro de 2011 em duas etapas: a primeira se consistiu da coleta dos valores da PA aferidos rotineiramente pelos funcionários da sala de preparo, nesta foi realizada observação da técnica de aferição da PA. A segunda etapa ocorreu no consultório no qual foi realizada aferição da PA seguindo a VI Diretrizes Brasileiras de Hipertensão. Foram encontradas disparidades em 87% das aferições variando de -38 a 28mmHg para pressão sistólica e -26 a 20mmHg para pressão diastólica. Conclui-se que existe diferença significativa entre as medidas de pressões arteriais verificadas rotineiramente na sala de preparo e as medidas realizadas no consultório.

Descritores: Hipertensão Induzida pela Gravidez; Pressão Arterial; Cuidado Pré-Natal; Atenção Primária à Saúde; Cuidados de Enfermagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andreza de Sá Gomes

Enfermeira. São Paulo, SP, Brasil. E-mail: andreza.anastasis@yahoo.com.br.

Anne Fayma Lopes Chaves, Universidade Federal do Ceará

Enfermeira. Discente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, nível Mestrado, da Universidade Federal do Ceará (UFC). Fortaleza, CE, Brasil. E-mail: faymalopes@bol.com.br.

Rebeca Barros da Silva

Enfermeira. Fortaleza, CE, Brasil. E-mail: rebecasuez@hotmail.com.

Ana Kelve de Castro Damasceno, Universidade Federal do Ceará

Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professora Adjunta da UFC. Fortaleza, CE, Brasil. E-mail: anakelve@hotmail.com.

Rosana Gomes de Freitas Menezes Franco

Enfermeira, Mestre em Enfermagem. Fortaleza, CE, Brasil. E-mail: rosanagomesfranco@hotmail.com.

Mônica Oliveira Batista Oriá, Universidade Federal do Ceará

Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professora Adjunta da UFC. Fortaleza, CE, Brasil. E-mail: oriaremon@hotmail.com.

Downloads

Publicado

31-12-2013

Como Citar

1.
Gomes A de S, Chaves AFL, Silva RB da, Damasceno AK de C, Franco RG de FM, Oriá MOB. Análise dos níveis pressóricos em gestantes no diagnóstico precoce da síndrome hipertensiva gestacional. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 31º de dezembro de 2013 [citado 20º de janeiro de 2022];15(4):923-31. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/fen/article/view/19766

Edição

Seção

Artigo Original