Atendimentos prestados pelo serviço móvel de urgência em Cuiabá, MT, Brasil

  • Sebastião Junior Henrique Duarte Universidade Federal de Mato Grosso
  • Bruno Brandão de Lucena
  • Lia Hanna Martins Morita Universidade Federal de Mato Grosso
Palavras-chave: Ferimentos e Lesões, Serviços Médicos de Emergência, Epidemiologia.

Resumo

Este estudo teve como objetivo caracterizar os atendimentos prestados pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência do município de Cuiabá - MT, nos seis primeiros meses de funcionamento. Estudo descritivo, baseado em análise documental do sistema de informação do SAMU de Cuiabá, realizado de fevereiro a junho de 2009. Foram descritos 1893 atendimentos, sendo 1293 devidos a causas traumáticas e 578 a causas clínicas. Dos atendimentos devidos a causas clínicas, 51,2% foram prestados a mulheres; dentre aqueles com causas traumáticas, 70,9% ocorreram em homens. A faixa etária com maior número de atendimentos foi de 21 a 30 anos. O período vespertino totalizou 23,8% das ocorrências e a região oeste do município teve a maior concentração em número de atendimentos. Os hospitais atenderam 61,2% das ocorrências. Os resultados revelaram que a equipe multiprofissional atuante no SAMU contribui significativamente na integralidade do cuidado ao ser humano.

Descritores: Ferimentos e Lesões; Serviços Médicos de Emergência; Epidemiologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sebastião Junior Henrique Duarte, Universidade Federal de Mato Grosso
Enfermeiro, Doutor em Ciências da Saúde. Professor Adjunto, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Cuiabá, MT, Brasil. E-mail: sihd@usp.br.
Bruno Brandão de Lucena

Enfermeiro. Cuiabá, MT, Brasil. E-mail: bruno-oescolhido@hotmail.com.

Lia Hanna Martins Morita, Universidade Federal de Mato Grosso
Matemática, Mestre em Estatística. Professor Assistente, UFMT. Cuiabá, MT, Brasil. E-mail: liamorita@ufmt.br.
Publicado
30-09-2011
Como Citar
Duarte, S., Lucena, B., & Morita, L. (2011). Atendimentos prestados pelo serviço móvel de urgência em Cuiabá, MT, Brasil. Revista Eletrônica De Enfermagem, 13(3), 502-7. https://doi.org/10.5216/ree.v13i3.10977
Seção
Artigo Original