ONTOLOGIA DO MOVIMENTO HUMANO: TEORIA DO “SE MOVIMENTAR” HUMANO

  • Lísia Costa Gonçalves Araújo UInstituto Blumenauense de Ensino Superior
  • Elenor Kunz Universidade Federal de Santa Catarina
  • Soraya Corrêa Domingues Universidade Federal de Santa Catarina
  • Aguinaldo Cesar Surdi Universidade do Oeste de Santa Catarina
Palavras-chave: movimento, mundo, ser humano, processo ensino aprendizagem

Resumo

Este texto busca a revisão de teorias do Movimento Humano, para entender suas premissas de argumentação filosófica “relação sujeito-mundo”. A partir da compreensão filosófico-antropológica da corporeidade do conceito “se-movimentar”, pensada no Brasil, pelo Kunz, buscamos refletir acerca dos trabalhos de autores com contribuições de teorias que compreendem o movimento como fenômeno fundamental para a vida humana, aprofundando análises sobre o diálogo entre ser humano e mundo. Indicando análises conclusivas sobre a relevância dos estudos do “se-movimentar” para o processo de ensino-aprendizagem humano.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lísia Costa Gonçalves Araújo, UInstituto Blumenauense de Ensino Superior

 

Possui graduação em fonoaudiologia pela Universidade Estácio de Sá (1998), graduação em educação física pela Universidade Gama Filho (1987) e mestrado em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Catarina (2005)e atualmente está concluindo o doutorado em Educaçáo Física pela Universidade Federal de Santa Catarina. Atualmente é professora do Ibes Instituto Blumenauense de Ensino Superior na graduação do curso de educação física. Tem experiência na área de Educação, Educação especial e saúde com ênfase em Ensino-Aprendizagem, atuando principalmente nos seguintes temas: educação, esporte, linguagem, movimento e educacão.

 

Elenor Kunz, Universidade Federal de Santa Catarina

Possui doutorado em Instituto de Ciências do Esporte pela Universitat Hannover (1987) e pós-doutorado pela Universitat Hannover (1996) . Atualmente é PROFESSOR TITULAR da Universidade Federal de Santa Catarina, Membro de corpo editorial da Motrivivência (0103-4111), Membro de corpo editorial da Pensar a prática (1415-4676), Revisor de periódico da Revista Brasileira de Ciências do Esporte (0101-3289), Revisor de periódico da Revista Brasileira de Educação Física e Esporte (1807-5509), Revisor de periódico do Movimento (Porto Alegre) (0104-754X), Revisor de periódico da Motrivivência (0103-4111), Membro de corpo editorial do Movimento (Porto Alegre) (0104-754X) e Professor da Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de Educação Física , com ênfase em Ciências do Esporte.

Soraya Corrêa Domingues, Universidade Federal de Santa Catarina

É doutoranda no programa de pós-graduação em Educação Física na UFSC, possui graduação em Educação Física pela Universidade Federal da Bahia (1999), graduação em Filosofia (incompleto) e mestrado em Educação pela Universidade Federal da Bahia (2005). Tem experiência formal no ensino superior como estágio docente na UFBA e na UFSC, e como professora na Faculdade Regional da Bahia no curso de Educação Física e na Faculdade Itamaraty no curso de Pedagogia, na pós-graduação como professora de Metodologia do Ensino, Comunicação Oral, Metodologia do Trabalho Científico e na UNIRB professora de Fundamentos e Concepções da EF e Esporte. Foi pesquisadora do CNPq e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Teoria Geral de Planejamento e Desenvolvimento Curricular, Metodologia do Ensino e da Pesquisa, Fundamentos e Concepções da Educação e da Educação Física, Estágio Docente, atuando principalmente nos seguintes temas: educação física, cultura corporal, formação de professores, meio ambiente e fundamentos epistemológicos.

Aguinaldo Cesar Surdi, Universidade do Oeste de Santa Catarina

Doutorando em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Catarina (início em 2010). Mestre em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Catarina (2008). Graduação em Filosofia pela Universidade do Oeste de Santa Catarina (2004) e em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Maria (1995). Atualmente é professor da Universidade do Oeste de Santa Catarina campus de Videira. Tem experiência na área de Educação Física e filosofia, com ênfase nos seguintes temas: crianças, escolas, filosofia do movimento humano, lazer na comunidade e nas empresas.

Publicado
21-12-2010
Como Citar
Araújo, L. C. G., Kunz, E., Domingues, S. C., & Surdi, A. C. (2010). ONTOLOGIA DO MOVIMENTO HUMANO: TEORIA DO “SE MOVIMENTAR” HUMANO. Pensar a Prática, 13(3). https://doi.org/10.5216/rpp.v13i3.9782
Seção
Ensaios