ATIVIDADE FÍSICA E SAÚDE: DISCURSO QUE CONTROLAM O CORPO

Autores

  • Elaine Melo de Brito Costa
  • Silvana Venâncio

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v7i1.66

Resumo

A Educação Física, no século XIX, construiu o corpo saudável com intuito militar e industrial, baseada nos discursos: atividade física e saúde. Atualmente, mídia, tecnologia e ciência os propagam com outros objetivos. Este estudo tenta ampliar as relações desses discursos, a partir da mídia e biotecnologia para pensar a prática do profissional de Educação Física, sobretudo evitando uma intervenção acrítica generalizante: “atividade física é saúde”. O estilo de vida moderna parece influenciar doenças cardiovasculares, obesidade, depressão e estresse. Novamente a atividade física é um remédio. Paralelamente, a mídia utiliza-se deste contexto tornando o corpo produto de consumo e transforma a saúde em sinônimo de beleza. PALAVRAS-CHAVE: Corpo – Saúde – Atividade Física – Mídia

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2006-11-15

Como Citar

MELO DE BRITO COSTA, E.; VENÂNCIO, S. ATIVIDADE FÍSICA E SAÚDE: DISCURSO QUE CONTROLAM O CORPO. Pensar a Prática, Goiânia, v. 7, n. 1, p. 59–74, 2006. DOI: 10.5216/rpp.v7i1.66. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/fef/article/view/66. Acesso em: 17 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos de Revisão